|
  • Bitcoin 103.142
  • Dólar 5,3317
  • Euro 5,5605
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 13/06/2022, 14:51

Entidade torna definitiva as cinco substituições em partidas de futebol

PUBLICAÇÃO
segunda-feira, 13 de junho de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Ifab (International Football Association Board), órgão que regula as regras do futebol, decidiu tornar definitiva a liberação para cinco substituições nas partidas de futebol. A mudança havia sido colocada em prática por causa da pandemia da Covid-19, em 2020. Antes disso, eram permitidas penas três mudanças.

A avaliação da entidade é que a medida foi bem aceita por treinadores, dirigentes e jogadores. As três janelas para as substituições serem feitas (além do intervalo) serão mantidas.

A Ifab também autorizou o aumento do número de atletas disponíveis no banco de reservas. Passou de 12 para 15, outra alteração apoiada por pessoas ouvidas pelo comitê técnico do órgão.

Isso abre a porta para o aumento do número de inscritos para as seleções na Copa do Mundo: de 23 para 26. A decisão quanto a isso será tomada pela Fifa, organizadora do torneio.

A assembleia geral da Ifab, realizada nesta segunda-feira (13) em Doha, no Qatar, foi comandada por Gianni Infantino, presidente da Fifa, mas ele não se manifestou sobre o assunto. O treinador da seleção brasileira, Tite, é favorável à inscrição de 26 jogadores.

A reunião discutiu outras possíveis mudanças futuras, mas sem decisões definitivas.

Uma delas foi quanto a inovações tecnológicas no uso do VAR para o impedimento, assim as marcações seriam mais rápidas e precisas. Os integrantes do órgão também falaram sobre possíveis testes para que os árbitros expliquem decisões tomadas em campo durante as partidas, como calcular de maneira mais justa o tempo de jogo (levando-se em conta as paralisações) e a cobrança de laterais com os pés.

Mas, segundo a Ifab, esses assuntos só voltarão a ser debatidos no futuro e qualquer período de testes terá de ser aprovado pela entidade e chancelado pela Fifa.

Os membros da entidade também falaram sobre maneiras de combater a falta de respeito aos árbitros e aumentar sua segurança. Para a entidade, este é um problema global. Uma das possibilidades de mudança é o juízes usarem câmeras acopladas nos uniformes, inicialmente em jogos amadores.

O QUE É A IFAB

A Ifab foi criada em 1886 como entidade responsável por uniformizar as regras do futebol, em prática no Reino Unido desde 1863 mas com diferentes hábitos a depender do local da partida.

Desde a sua fundação, ela é composta pelas quatro associações nacionais britânicas (Inglaterra, Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte). A Fifa se associou a ela apenas em 1913. Cada um tem um voto nas decisões e o da Fifa representa as outras 207 confederações filiadas a ela.

Isso já fez com que a Ifab fosse criticada por ser um órgão restritivo e apegado ao passado do futebol. Outra reclamação era quanto ao conservadorismo para realizar mudanças nas regras, algo que tem mudado nos últimos tempos. Principalmente quando chancelou a introdução do árbitro de vídeo em 2018, uma ideia antiga e que encontrava grande resistência.

Para promover debate e sugerir mudanças, a entidade criou painéis de consultoria técnica e de futebol, que inclui "membros experientes do mundo" da bola, diz o órgão. Na prática, é quem produz relatórios e aconselha o Ifab em tomadas de decisões quanto a alterações, estudos ou testes a serem feitos.

Qualquer mudança nas regras pode ser decidida apenas nos encontros anuais, em que a assembleia geral se reúne para deliberar e votar. Usualmente ocorre em fevereiro ou março em um dos quatro países fundadores. Mas em anos de Copa do Mundo isso pode ser diferente, como aconteceu em 2022. O evento foi realizado em Doha, no Qatar, sede do Mundial.