|
  • Bitcoin 146.159
  • Dólar 4,7976
  • Euro 5,1185
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 09/04/2022, 11:02

Em momento conturbado, Corinthians estreia no Brasileiro diante do Botafogo

PUBLICAÇÃO
sábado, 09 de abril de 2022

YAGO RUDÁ
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Prestes a estrear no Campeonato Brasileiro, o Corinthians vive o momento mais conturbado na temporada. O pontapé inicial do clube será neste domingo (10), às 16h (de Brasília), contra o Botafogo, no Engenhão.

Ao longo desta semana, um grupo de torcedores da Gaviões da Fiel esteve presente no CT Joaquim Grava para cobrar mais entrega em campo e melhores resultados.

Nas redes sociais, atletas, dirigentes e também suas famílias receberam ameaças de perfis anônimos. Na sexta (8), em meio à tempestade nos bastidores do clube, o técnico Vítor Pereira realizou o primeiro tático visando a partida contra o Botafogo, e contou com as presenças de Gil e Cássio.

Ainda chateado com as ameaças feitas à sua esposa e com a sensação de insegurança de sua família em São Paulo, o goleiro e capitão, Cássio, cumpriu à risca sua rotina no CT Joaquim Grava e deixou o local junto com os demais atletas por volta do horário do almoço —conforme cronograma desenhado pela diretoria e comissão técnica. O mesmo aconteceu com o zagueiro Gil, outra vítima das ameaças virtuais.

Em campo, a comissão técnica de Vítor Pereira comandou o primeiro tático da semana e ainda contou com os retornos de Fagner, Raul Gustavo e Júnior Moraes aos treinamentos.

Pela tarde, surgiram rumores de que, em uma reunião com o presidente Duilio Monteiro Alves, Cássio teria pedido para deixar o clube. A informação foi veementemente negada, tanto pelo staff do atleta como pela diretoria corintiana. Segundo apurou o UOL Esporte, o jogador está incomodado com os recentes acontecimentos —sobretudo pelo envolvimento de sua família—, mas não externou o desejo de sair do Corinthians. O clube, inclusive, tem oferecido todo o apoio necessário ao atleta.

O ídolo corintiano, inclusive, está à disposição da comissão técnica para a estreia no Campeonato Brasileiro e deve ser titular no Rio de Janeiro contra o Botafogo. A decisão cabe ao técnico Vítor Pereira, que por enquanto não fez qualquer aceno à possibilidade de trocar o dono da posição.

O clube paulista aguarda investigação da Polícia Civil de São Paulo para encontrar os autores das ameaças nas redes sociais e entregá-los à Justiça. O elenco está pressionado e evita aparições públicas ou postagens nas redes sociais para evitar novos problemas.

O clima não é dos melhores, a equipe vem de uma derrota para o Always Ready, da Bolívia, na estreia da Copa Libertadores, e tenta manter o foco em meio à turbulência.

Assim, um provável Corinthians neste domingo deve ter: Cássio, João Victor, Gil e Raúl Gustavo (Robson Bambu); Du Queiroz, Paulinho (Maycon), Giuliano (Cantillo), Renato Augusto, Willian, Adson; Róger Guedes.

Já o Botafogo deve estrear no Brasileiro com todos os reforços contratados desde que o empresário John Textor adquiriu o clube. O novo técnico do clube alvinegro, o português Luís Castro, não poderá ficar à beira do gramado porque ainda não conseguiu seu visto de trabalho.

Assim, o time carioca deve ir a campo com: Gatito Fernández; Saravia, Kanu, Philipe Sampaio e Jonathan Silva (Hugo); Oyama, Patrick de Paula, Chay e Lucas Piazon; Victor Sá e Erison.

Estádio: Engenhão, no Rio de Janeiro

Horário: 16h (de Brasília) deste domingo (10)

Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)

Transmissão: Globo e Premire