Em evolução, Santos vence terceira seguida e avança na Copa do Brasil


SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Fernando Diniz completou um mês à frente do Santos e, aos poucos, tem conseguido implementar suas ideias na equipe, sobretudo no ataque. Os três últimos jogos mostram uma evolução nesse quesito, com três vitórias em sequência, algo que a equipe não conseguia desde a temporada passada.

Nesta terça (8), na Vila Belmiro, os santistas venceram novamente o Cianorte-PR, por 1 a 0, e avançaram às oitavas de final da Copa do Brasil. Há uma semana, no Paraná, os paulistas haviam ganhado o jogo de ida por 2 a 0.

Entre o primeiro e o segundo confronto, o Santos derrotou o Ceará por 3 a 1, pelo Campeonato Brasileiro. Nesses compromissos, conseguiu ter o controle da partida, sendo efetivo e criativo no ataque.

Um bom exemplo foi o gol de Marcos Guilherme, que definiu o mais recente triunfo sobre os paranaenses. Com uma linda jogada individual, o atacante avançou pela esquerda, limpou a marcação de dois zagueiros e cortou para meio antes de finalizar no ângulo do goleiro Bruno Pianissolla, aos 25 minutos da etapa inicial.

Mesmo com a classificação praticamente assegurada, Diniz continuou cobrando efetividade de seus atletas no ataque e atenção na defesa, especialmente para evitar sofrer um gol de um time que disputa a quarta divisão nacional.

Com o treinador aos gritos à beira do gramado, os donos da casa criaram, ao menos, outras três chances claras de ampliar o marcador, mas esbarraram em boas defesas de Bruno. Do outro lado, John foi pouco exigido pelos atacantes do Cianorte.

O Santos não conseguia três triunfos em sequência desde janeiro, na parte final da estendida temporada 2020. Na ocasião, derrotou São Paulo (1 a 0) e Botafogo (2 a 1) pelo Campeonato Brasileiro e superou o Boca Juniors (3 a 0) pela Libertadores.

O time alvinegro voltará a campo no sábado (12), quando vai enfrentar o Juventude, na Vila Belmiro, pela terceira rodada do Brasileiro.

SANTOS

John, Pará, Luiz Felipe, Luan Peres e Felipe Jonatan; Alison (Vinícius Balieiro), Jean Mota e Gabriel Pirani (Marcos Leonardo); Marinho (Madson), Kaio Jorge (Ivonei) e Marcos Guilherme (Ângelo). T.: Fernando Diniz

CIANORTE

Bruno, Michel, Eduardo Doma, Maurício e Rael; Escobar (Sávio), Morelli (João Mafra) e Calabrês (Léo Porto); Erick Salles (Rafael Carvalheira), Wilson Jr. (Pachu) e Buba. T.: João Burse

Estádio: Vila Belmiro, em Santos (SP)

Árbitro: Gilberto Rodrigues (PE)

Assistentes: Clovis Amaral e Karla Renata Cavalcanti (PE)

Cartões amarelos: Marinho (SAN); Michel, Eduardo Doma e Morelli (CIA)

Gol: Marcos Guilherme (SAN), aos 25'/1ºT

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito
Assine e navegue sem anúncios [+]

Últimas notícias

Continue lendo