Um fim de semana perfeito para o atacante Falcao García. Se no sábado o colombiano comemorou seu retorno aos gramados depois de seis meses, ontem foi a vez de voltar a comemorar um gol. Justamente o que garantiu a vitória do Monaco sobre o Arsenal por 1 a 0, pela Emirates Cup.
Antes da tarde de ontem, o último gol anotado pelo atacante havia saída no dia 22 de janeiro. Justamente nos 3 a 0 sobre o Chasselay, pela Copa da França, quando também sofreu a grave lesão no joelho esquerdo que o tirou da Copa do Mundo.
Assim como em janeiro, Falcao García foi às lágrimas. Mas agora elas eram de felicidade, incontidas após o lance do gol anotado aos 37 minutos do primeiro tempo.
O português João Moutinho cobrou falta na área do Arsenal, e o colombiano subiu mais do que todo mundo para marcar de cabeça. Não foi um golaço, não era uma decisão de título, mas era um gol que representava muito para El Tigre.
Quem também deve ter ficado feliz com o gol foi Florentino Pérez. Afinal, o presidente do Real Madrid sonha em ver o artilheiro se juntando aos seus Galácticos.

Valencia fica com a taça
Antes da partida entre Arsenal e Monaco, o Valencia derrotou o Benfica por 3 a 1 de virada. O resultado garantiu o título da Emirates Cup ao clube espanhol.
Anfitrião do torneio, o Arsenal teve de se contentar com o vicecampeonato. Apesar da vitória de ontem, o Monaco ficou em terceiro e o Benfica foi o último colocado.

Imagem ilustrativa da imagem EL TIGRE VOLTOU! - Falcao estufa a rede e não segura o choro