|
  • Bitcoin 137.185
  • Dólar 4,7311
  • Euro 5,0812
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 12/04/2022, 23:45

Edu aplica lei do ex contra o Brusque, e Cruzeiro vence a primeira na Série B

PUBLICAÇÃO
terça-feira, 12 de abril de 2022

LOHANNA LIMA
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

BELO HORIZONTE, MG (UOL/FOLHAPRESS) - Decisivo mais uma vez, o atacante Edu garantiu a primeira vitória do Cruzeiro na Série B do Campeonato Brasileiro. A equipe celeste bateu o Brusque, nesta terça-feira (12), no Mineirão, por 1 a 0, com gol do ex-jogador da equipe do Vale Catarinense aos 36 minutos da segunda etapa. A vitória trouxe alívio ao torcedor da clube mineiro, que viu o time derrapar na estreia, diante do Bahia, fora de casa.

Com o resultado, o Cruzeiro soma os primeiros três pontos na tabela e ocupa o quinto lugar na classificação geral. O Brusque está uma posição cima, no quarto lugar.

O Cruzeiro volta a campo pela Série B apenas na outra semana, no sábado (23), diante do Tombense, em Tombos, às 19h (de Brasília). No mesmo dia, às 18h30, o Brusque enfrentará o Sampaio Corrêa, no Maranhão.

Antes, porém, a equipe celeste terá compromisso diante do Remo, pelo jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil, na próxima terça-feira (19), no estádio Baenão, em Belém.

A primeira etapa foi equilibrada entre as duas equipes, com o Cruzeiro buscando mais o gol até os 20 minutos. As melhores chances, no entanto, surgiram para os dois lados na reta final. Aos 26, Lucas silva arriscou de fora e a bola passou muito perto da trave esquerda de Rafael Cabral. Alex Ruan, aos 40, também optou pelo chute de longa distância e exigiu defesa sem rebote de Cabral. Aos 44, Rodolfo mandou uma bola na trave. Três minutos depois, Rafael Santos exigiu uma defesa em dois tempos do goleiro Ruan Carneiro.

O Brusque voltou com uma alteração para a segunda etapa enquanto Cruzeiro decidiu retornar com a mesma equipe. O ritmo do jogo caiu bastante e as equipes não criaram grandes chances de gols até os 36 minutos, quando Edu definiu a partida na primeira oportunidade concreta do segundo tempo. Waguininho puxou o contra-ataque, tocou para Edu, que recebeu sozinho para finalizar Ruan Carneiro defendeu a primeira, mas na sobra Edu mandou para o fundo das redes.

Artilheiro da Série B no ano passado pelo Brusque com 17 gols, o atacante Edu caminhava para passar em branco diante de seu ex-clube no Mineirão. Sempre participativo, ele teve oportunidades, saiu da área, tentou servir os companheiros, mas em vão até os 36 minutos, quando decidiu a partida. O jogador chegou a 11 gols na temporada, sendo o primeiro na Série B.

Registrados no BID na última segunda-feira, o volante Neto Moura e o atacante Rodolfo estrearam com a camisa celeste entre os 11 iniciais. Sem um armador de origem à disposição, o meio-campo do Cruzeiro teve algumas dificuldades na hora de servir os atacantes e, por isso, a equipe apoiou o jogo pelos lados do campo. Neto Moura foi substituído aos sete minutos do segundo tempo. Rodolfo se movimentou, mandou uma bola na trave no primeiro tempo e foi substituído aos 18 minutos do segundo tempo.

O Cruzeiro perdeu dois jogadores de última hora para a partida. Fernando Canesim, que vinha sendo titular com Pezzolano, sentiu uma lesão muscular e ficou de fora da lista de relacionados. Pouco tempo antes do jogo, outro problema: o meia-atacante Daniel Junior foi liberado por problemas familiares não divulgados pelo clube. O atleta de 19 anos vem tendo oportunidades com Pezzolano, que o lançou ao profissional nesta temporada.

CRUZEIRO

Rafael Cabral; Rômulo, Lucas Oliveira, Eduardo Brock, Rafael Santos; Willian Oliveira, Miticov (Matheus Bidu), Neto Moura (Adriano), Vitor Leque (Jhosefer), Rodolfo (Waguininho) e Edu. T.: Paulo Pezzolano.

BRUSQUE

Ruan Carneiro; Toty, Éverton Alemão, Bruno Aguiar e Alex Juan; Rodolfo Potiguar, Trindade (Felipe Manoel), Zé Mateus e Diego Jardel (Juliano); Fernandinho e Lucas Silva (Jailson). T.: Waguinho Dias.

Estádio: Mineirão, em Belo horizonte (MG)

Árbitro: Antonio Dib Moraes de Sousa (PI)

Auxiliares: Rogério de Oliveira Braga (PI) e Márcio Iglésias Araújo Silva (PI)

VAR: Pericles Bassols Pegado Cortez (SP)

Cartões amarelos: Lucas Oliveira e Rafael Santos (CRU); Rodolfo Potiguar (BRU)

Gols: Edu (CRU), aos 36 minutos do segundo tempo