|
  • Bitcoin 150.087
  • Dólar 4,9314
  • Euro 5,2249
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 12/04/2022, 19:41

Ednaldo inciia reformulação na CBF demitindo diretores e um VP

PUBLICAÇÃO
terça-feira, 12 de abril de 2022

IGOR SIQUEIRA E RODRIGO MATTOS
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS) - O presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues, iniciou uma série de demissões na diretoria da entidade. Nesta terça-feira (12), deixaram os cargos Manoel Flores, diretor de competições, Reynaldo Buzzoni, diretor de registro, transferência e licenciamento, e o diretor de marketing, Gilberto Ratto.

Além do trio, Ednaldo também demitiu Carlos Eugênio Lopes, então vice-presidente jurídico da CBF, como informou inicialmente o GE. No caso de Buzzoni, a demissão veio no dia de fechamento da janela de transferências de jogadores.

A iniciativa de mudança no alto escalão da CBF é uma estratégia para tirar nomes ligados a gestões anteriores, como a de Marco Polo Del Nero, e trazer gente de confiança do novo grupo político que assumiu a entidade. Carlos Eugênio Lopes era o decano da CBF, estando na entidade desde os tempos de Ricardo Teixeira.

As demissões desta terça-feira podem não ser as últimas. Ednaldo, ao mesmo tempo, precisa preencher alguns cargos estratégicos, como o de secretário-geral, vago desde a demissão de Edu Zebini.

Semana passada, a primeira alteração concreta de Ednaldo após ser eleito foi o anúncio de Wilson Seneme como presidente da comissão de arbitragem.