Marcos Freitas
De Londrina
Os preços dos ingressos para a segunda-fase do Torneio Pré-Olímpico não vão mais ser reajustados. Ontem à tarde o prefeito Antonio Belinati (PFL) recuou da decisão de aumentar o preço das entradas em 40% e anunciou que apenas as arquibancadas especiais terão acréscimo – passarão de R$ 20,00 para R$ 30,00. As arquibancadas comuns continuam custando R$ 10,00. E o ingresso para idosos, aposentados, crianças menores de 10 anos e estudantes com carteira da UNE e UPE fica nos R$ 5,00.
Belinati declarou que a decisão de recuar no aumento foi tomada porque ele e os membros da organização do torneio ‘‘estão empolgados com a realização do Pré-Olímpico na cidade’’. Segundo ele, a arrecadação com o evento até hoje é de R$ 760 mil e o aumento de 40% não significaria grandes lucros. ‘‘Levamos em consideração a dificuldade financeira que o povo vem enfrentando e esperamos que domingo o estádio esteja cheio para empurrar a Seleção Brasileira rumo à classificação’’, disse o prefeito, ontem, por volta das 16 horas.
Pouco antes, por volta do meio-dia, em entrevista coletiva após o treino da manhã, no Estádio VGD, o técnico da Seleção Brasileira, Wanderley Luxemburgo, fez um apelo ao prefeito para que não aumentasse o preço dos ingressos. O treinador considerou que, mantendo o preço inicial, mais torcedores acompanhariam as partidas e empurrariam a Seleção Brasileira rumo à classificação. ‘‘Sei que não deveria me meter nesta história dos ingressos, mas devido às dificuldades que o povo brasileiro vem enfrentando, faço um apelo ao prefeito Belinati, que tanto lutou para trazer o Pré-Olímpico para Londrina, para que não aumente o preço, logo agora que vamos precisar tanto da torcida’’, disse Luxemburgo.
O técnico afirmou ainda ter a certeza de que, se o Brasil se classificar para a fase decisiva do torneio, a torcida vai lotar o Estádio do Café nos três jogos do quadrangular decisivo e ajudar na conquista da vaga para os Jogos Olímpicos. ‘‘O torcedor é amante da seleção e sabe da importância que este torneio tem para a conquista da tão sonhada medalha de ouro olímpica.’’
O treinador disse ainda que, quanto mais caro o ingresso, menor seria o público no estádio. ‘‘E nós precisamos da torcida ao nosso lado; afinal, com o estádio lotado é muito importante para os jogadores da seleção, que se sentem motivados com o calor do público’’, avaliou. ‘‘Aliás, os preços já estão altos demais para o bolso do torcedor.’’
Questionado sobre o pedido de Luxemburgo, Belinati disse que não tinha conhecimento – a decisão de recuar no aumento do preço dos ingressos, segundo ele, foi ‘‘coincidência’’. Mas devolveu o apelo ao treinador: que a Seleção Brasileira apresente um futebol melhor nos jogos que restam do Pré.