Das Agências
Dois jogos definem hoje o último semifinalista do Rio-São Paulo. Os confrontos entre São Paulo e Botafogo-RJ, no Morumbi, e Flamengo e Santos, no Maracanã, ambos às 16 horas, decidem a vaga. Dos quatro times do Grupo A, só o São Paulo está classificado para a próxima fase. No Grupo B, as vagas são de Palmeiras e Vasco.
Na disputa, o Botafogo-RJ leva vantagem sobre Santos e Flamengo. Com sete pontos, a equipe do técnico Joel Santana é a única que se classifica com uma vitória, sem depender dos outros jogos. Mesmo se perder, o Botafogo-RJ tem chances. Nesse caso, torce por um empate no Maracanã ou uma vitória do Santos. A segunda possibilidade faria botafoguenses e santistas decidirem a vaga no saldo de gols. Hoje, os cariocas tem saldo de um contra saldo negativo de cinco dos paulistas.
Se a partida do Morumbi terminar empatada, o Botafogo-RJ só pode perder a vaga para o Flamengo, que precisaria ganhar e superar o rival carioca no saldo de gols. Os dois clubes do Rio estão empatados nesse critério. Para não depender dos gols, o Flamengo, que tem cinco pontos, torce por uma vitória são-paulina, além de precisar vencer o Santos.
A única alternativa dos santistas é vencer o Flamengo no Maracanã e esperar por uma vitória do São Paulo para tentar derrubar o Botafogo-RJ no saldo de gols. Classificado como primeiro colocado do Grupo A, o São Paulo se dá ao luxo de começar a se preparar para a próxima fase.
No São Paulo, a única mudança deve ser a entrada de Pimentel na lateral-direita, com Belletti voltando à sua posição de origem. O volante Vágner machucou-se no treino de quinta-feira e, ontem, não treinou. No Botafogo, Magrão estréia no lugar de Zé Carlos.
A novidade do Flamengo é a estréia do sérvio Petkovic, que deve centralizar as jogadas de ataque do time. Além de Petkovic, o Fla terá os reforços de Luís Alberto e Athirson, que retornaram da seleção olímpica. As chances de classificação do Santos são muito pequenas e a maior novidade é a volta de Baiano, que atuará como meia.