|
  • Bitcoin 144.373
  • Dólar 4,8801
  • Euro 5,1549
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 07/04/2022, 18:15

'Dois Invejosos', dispara CR7 após alfinetadas de Rooney e crítico de Pelé

PUBLICAÇÃO
quinta-feira, 07 de abril de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O Manchester United não está vivendo sua melhor fase dentro de campo. O clube já foi eliminado da Liga dos Campeões, passou por polêmicas no vestiário e ocupa apenas a sétima colocação no Campeonato Inglês. Além disso, dois ídolos do clube protagonizaram nesta quarta-feira (6) um novo episódio fora dos gramados.

Ex-jogador e atual técnico do Derby County, Wayne Rooney postou no Instagram uma foto de sua participação no programa 'Monday Night Football', da 'Sky Sports', ao lado de Jamie Carragher. Algumas horas depois, Cristiano Ronaldo disparou na publicação: 'Dois invejosos'.

O comentário do astro português tem como contexto as críticas que vem recebendo dos dois ex-jogadores, que estão atuando como comentaristas na emissora inglesa. Após o empate do United com o Leicester por 1 a 1 no último final de semana, o ex-camisa 10 do clube disse que a volta de CR7 não beneficiou a equipe vermelha de Manchester.

"Ele marcou gols importantes no início da temporada, (...) mas acho que se você está olhando para o futuro do clube, tem que ir com jogadores mais jovens e famintos para levantar o United nos próximos dois ou três anos", avaliou Rooney, de acordo com o 'Daily Mail'.

"Cristiano certamente não é o jogador que era quando tinha 20 anos. E isso acontece, é futebol. Ele é uma ameaça de gol, mas acho que precisam de jogadores jovens e famintos", concluiu.

Dividindo o programa com Rooney estava Carragher. O ídolo do Liverpool, que duvida dos mil gols de Pelé, também alfinetou recentemente o português de 37 anos. Em fevereiro, ele escreveu em sua coluna no 'The Telegraph' que o United nunca deveria ter trazido Cristiano Ronaldo de volta.

Carragher argumentou que, embora a qualidade do atacante "continue inquestionável", o clube errou em repatriá-lo e cometerá um equívoco ainda maior caso decida por mantê-lo na próxima temporada. Para ele, CR7 não é o futuro do United e seu custo não é um "investimento inteligente" atualmente.

Cristiano Ronaldo está em sua segunda passagem pelos Red Devils. Na primeira vez em que defendeu o clube do Old Trafford, entre 2003 e 2009, ele dividiu o ataque da equipe com Rooney. O ex-atacante inglês atuou pelo United por 13 temporadas, entre 2004 e 2017, e se aposentou em 2021.