São Paulo - O Corinthians projeta aumentar em mais de R$ 10 milhões o faturamento de patrocínio de camisa para 2012 e pode envolver nas negociações a venda do nome do estádio que está construindo em Itaquera, na zona leste de São Paulo. As receitas que hoje são de R$ 47 milhões por ano podem atingir até R$ 60 milhões, segundo estimativa do departamento de marketing do clube.
As negociações para o patrocínio principal estão em andamento há alguns meses. O vínculo com o principal parceiro do clube, a Hypermarcas, termina no fim de março, com possibilidade de renovação. Essa negociação, contudo, será mais demorada, porque a diretoria corintiana conversa com mais de uma empresa. Além disso existe uma série de pacotes de patrocínio que estão sendo oferecidos.
A opção que seria mais vantajosa para a diretoria é a venda de um pacote completo. A ideia é oferecer a uma empresa o patrocínio principal da camisa, mas também os naming rigths do estádio (o nome oficial) e do CT do Parque Ecológico. O presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, disse que espera definir até março a venda dos direitos pelo nome do Itaquerão. ''Quanto mais demorar, mais o estádio terá apelido'', justificou.
Mas essa venda casada é mais difícil. O valor exigido para batizar o estádio gira em torno de R$ 400 milhões e seria um contrato de no mínimo dez anos. Estão entre as empresas interessadas bancos e empresas aéreas. Já o contrato do patrocínio principal da camisa envolve um valor menor - hoje está em R$ 37 milhões e pode chegar a R$ 47 milhões no ano que vem - e por um prazo também mais curto: geralmente de três temporadas.
A diretoria corintiana aposta nesses números mesmo que o clube não conquiste o título do Brasileirão. E também descarta a contratação de um jogador de fama internacional com o atacante argentino Tevez para conseguir um contrato maior de patrocínio de camisa. ''O Corinthians já é hoje o clube que mais arrecada com camisa no Brasil e na América Latina'', afirmou Andrés Sanchez. (A.E.)

Imagem ilustrativa da imagem Diretoria espera aumentar faturamento