Diniz mantém Sánchez nos planos do Santos, mas pede paciência com uruguaio


GABRIELA BRINO
GABRIELA BRINO

SANTOS, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Com contrato recém-renovado no Santos, o meia Carlos Sánchez está nos planos do técnico Fernando Diniz. Porém, ainda precisa se recuperar fisicamente para estar à disposição. E o treinador não pretende apressar seu retorno ao time.

O uruguaio rompeu o ligamento do joelho esquerdo no ano passado e teve que ser submetido a cirurgia. Foram sete meses parado e, hoje, o jogador treina normalmente com o grupo. Mas ainda não está 100% fisicamente.

"A gente não vai acelerar o processo de retorno. Vamos acelerar no sentido de ele se sentir bem, mas não vamos criar expectativa com o torcedor para quando vai ser. Está se empenhando, faz exames complementares e será muito bom quando puder nos ajudar. Conta com meu total apoio", disse Diniz após a vitória sobre o Cianorte (PR) na terça (8), por 1 a 0, em classificação às oitavas de final da Copa do Brasil.

Diniz até poderia começar a dar alguns minutos ao jogador, mas tem como premissa não utilizar atletas desgastados. O técnico prefere que eles tratem do departamento médico até se sentirem 100% para atuar. Com o cuidado, consequentemente ele não dá chances a novas lesões.

A expectativa é que no meio deste mês Sánchez já possa atuar normalmente. Ele priorizou o Santos durante a negociação de seu novo contrato pois quer se aposentar na Baixada Santista. Até hoje o estrangeiro foi a campo 104 vezes pelo clube alvinegro e marcou 25 gols.

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito
Assine e navegue sem anúncios [+]

Últimas notícias

Continue lendo