|
  • Bitcoin 104.886
  • Dólar 5,1972
  • Euro 5,4262
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 04/06/2022, 11:21

De volta ao Palmeiras, Luan tem números que derrubam teorias conspiratórias

PUBLICAÇÃO
sábado, 04 de junho de 2022

DIEGO IWATA LIMA
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (UOL-FOLHAPRESS) - Após quase quatro meses sem jogar, o zagueiro Luan, do Palmeiras, deve entrar em campo junto com o time neste domingo (5) para enfrentar o Atlético-MG, no no Allianz Parque, em partida válida pela 9° rodada do Campeonato Brasileiro. O defensor não joga desde 12 de fevereiro, data da final do Mundial de Clubes, contra o Chelsea (ING), em Abu Dhabi. Como todo palmeirense se lembra, o time paulista perdeu por 2 a 1, com um gol de pênalti originado por uma bola que bateu na mão do zagueiro, a três minutos do fim da prorrogação.

A prolongada ausência de Luan gerou diversas especulações sobre o motivo de tanto tempo de afastamento, atribuindo a causa a possíveis questões emocionais, por exemplo. Mas o UOL Esporte apurou que Luan de fato teve uma lesão muscular muito séria, que envolveu também alguns tendões. E a demora se deveu pela natureza incomum e "traiçoeira" da lesão, conforme o próprio jogador explicou ao site oficial do clube.

Com o bom rendimento de Murilo, que assumiu a titularidade ao lado de Gustavo Gómez, houve também diversas manifestações dizendo que Luan não faria falta ao time. Mas avaliando os números do zagueiro em 2021, tal alegação não faz qualquer sentido. Murilo, aliás, deve ser companheiro de Luan contra o Atlético-MG, na partida deste domingo (5), pelo Brasileiro.

DESEMPENHO MELHOR QUE O DE GUSTAVO GÓMEZ

De acordo com o site de estatísticas Sofascore, Luan teve desempenho médio melhor que o de Gustavo Gómez no Campeonato Brasileiro do ano passado. Luan bateu Gómez com a nota 7,27, contra 7,12 do capitão. O cálculo é feito a partir das notas atribuídas aos jogadores a cada jogo, por meio de dados estatísticos.

Já, segundo o Footstats, o camisa 13 foi o quinto atleta do Verdão com mais desarmes na Libertadores (11) e o segundo em número de rebatidas (75). No Brasileirão, o defensor também ficou na quinta colocação em número de desarmes (34) e foi o líder em passes certos (1.111).

AZARADO?

Por fim, muitos palmeirenses afirmaram que Luan seria "azarado" e perderia o equilíbrio em momentos importantes. Por isso, prejudicaria o Palmeiras em lances cruciais. O penal diante do Chelsea, marcado com uma bola na mão do jogador, que estava de costas, seria mais um em uma longa lista e comprovaria a tese.

Entre os lances listados pelos detratores estão a expulsão na primeira final da Copa do Brasil de 2020, em março de 2021, e o pênalti perdido na Supercopa do Brasil, contra o Flamengo, que poderia dar o título ao Alviverde, em abril. Entra também na conta o pênalti sobre Gignac, do Tigre (MEX), na semifinal do Mundial de 2020.

Mais uma vez, a alegação, neste caso, supersticiosa, não faz sentido. Luan tem muitos mais índices positivos que negativos ao longo de sua passagem pelo Palmeiras. Foi, por exemplo, titular do time nas duas finais de Libertadores, recentemente vencidas pelo Palmeiras, em 2020 e 2021.

Luan é também o terceiro jogador que mais disputou jogos da Libertadores pelo Palmeiras. E faz parte da lista de apenas 16 jogadores, dentre todos os milhares que já passaram pelo clube, a conseguir conquistar Brasileiro (2018), Estadual (2020 e 2022), Copa do Brasil (2020) e Libertadores (2020 e 2021) pelo Palmeiras.

RONAUDINHO GAÚCHO

O dia 4 e junho é especial para o torcedor do Atlético-MG, não por causa de uma conquista de titulo, mas pela contratação de Ronaldinho Gaúcho. Foi nesse dia, em 2012, que o craque treinou pela primeira vez na Cidade do Galo e logo em seguida foi apresentado como reforço do clube para a sequência do Campeonato Brasileiro. Passados dez anos de um dia que foi especial para o atleticano, Ronaldinho ainda mantém o desejo de fazer uma última apresentação com a camisa alvinegra, uma partida de despedida.

Com a proximidade da inauguração da Arena MRV, prevista para o primeiro semestre de 2023, esse jogo especial de Ronaldinho deve acontecer no futuro estádio do Galo. "Ainda tenho essa vontade. Sou muito cobrado para ter esse jogo de despedida. Não sei que tipo de sentimento que vai ter, mas eu sei que vai chegar, um dia vamos fazer", garantiu Ronaldinho, em uma visita a Belo Horizonte, no fim de 2020.

O estafe do jogador tinha acertado a realização de um evento com a antiga gestão do clube, mas por causa da campanha ruim no Campeonato Brasileiro de 2019 e, posteriormente, a pandemia causada pelo novo coronavírus, a partida foi adiada de despedida foi adiada em duas oportunidades. O desejo é fazer um jogo entre o Atlético campeão da Libertadores de 2013 contra amigos de Ronaldinho.

A primeira data escolhida foi 11 de dezembro de 2019, no Mineirão. Mas como o Atlético estava mal no Brasileirão daquele ano, por um momento tinha até mesmo risco de ser rebaixado, os organizadores resolveram adiar o evento para o começo de 2020. Existia o receio de que o momento ruim do time principal poderia afetar a procura por ingressos.

Então, a partida despedida foi remarcada para maio do ano seguinte. O que eles não contavam era que em março começaria a pandemia causada pelo novo coronavírus, o que inviabilizou o evento mais uma vez.

Ronaldinho jogou pelo Atlético entre junho de 2012 e julho de 2014, período em que disputou 88 partidas e marcou 27 gols. Pelo Atlético, o Bruxo venceu a Libertadores de 2013 e a Recopa do ano seguinte, além de um Campeonato Mineiro.

PALMEIRAS

Marcelo Lomba; Marcos Rocha, Luan, Murilo e Piquerez; Gabriel Menino, Zé Rafael, Raphael Veiga e Gustavo Scarpa; Dudu e Rony. T.: Abel Ferreira

ATLÉTICO-MG

Everson; Mariano, Nathan Silva, Junior Alonso e Rubens; Allan, Jair e Nacho; Ademir, Sasha e Hulk.

T.: Antonio Mohamed

Estádio: Allianz Parque, em São Paulo (SP)

Horário: 05 de junho, às 16h00 (horário de Brasília)

Juiz: Wilton Pereira Sampaio

VAR: Pablo Ramon Gonçalves Pinheiro.

Transmissão: TV aberta e no pay-per-view