|
  • Bitcoin 123.852
  • Dólar 5,1592
  • Euro 5,3201
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 03/07/2022, 14:41

De virada, Cuiabá bate Avaí fora de casa e consegue alívio no Brasileirão

PUBLICAÇÃO
domingo, 03 de julho de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O Cuiabá está, momentaneamente, fora da zona de rebaixamento. A condição foi conquistada neste domingo (3) com a vitória do Dourado em cima do Avaí, na Ressacada e de virada, por 2 a 1. Valdívia e Joaquim marcaram para os visitantes enquanto Eduardo abriu o placar para os donos da casa.

Com a vitória, o Cuiabá pulou para a 16ª posição, primeira fora da Zona de Rebaixamento, com 16 pontos conquistados. O Avaí está em 11º com 18 pontos e perdeu a chance de encostar nos clubes do G6. Foi a primeira vitória de António Oliveira, treinador português que comanda o clube do Centro-Oeste.

O próximo jogo do Avaí será no sábado (9) às 16h30, fora de casa, contra o Red Bull Bragantino. Já o Cuiabá receberá o Botafogo, no domingo (10), às 19h.

QUEM FOI BEM: VALDÍVIA

O camisa 11 do Dourado foi o destaque ofensivo na partida. O meia sempre esteve presente nas chances criadas pelo Cuiabá, seja finalizando ou auxiliando na forma como as chances eram iniciadas. Foi premiado marcando gol que empatou o jogo.

QUEM FOI MAL: MURIQUI

O atacante perdeu a grande chance de gol no primeiro tempo quando, sozinho, perdeu chance de cabeça. Com a bola, não conseguia dar profundidade nem amplitude para o ataque do Avaí. Sem conseguir ajudar no ataque avaiano, foi substituído no intervalo.

ATUAÇÃO DO AVAÍ

O Avaí dominou a primeira etapa e terminou os 45 minutos iniciais na liderança. A equipe conseguiu pressionar o Cuiabá no seu próprio campo e exercia pressão no meio-campo, ganhando as divididas e incomodando o Dourado. No segundo tempo, o Avaí teve um atuação completamente diferente. Mais apático, o time começou a errar passes e só foi acordar no jogo quando sofreu a virada. O Leão até pressionou, mas saiu derrotado de campo.

ATUAÇÃO DO CUIABÁ

No primeiro tempo, o Cuiabá começou bem e apostou numa proposta mais reativa, mas não conseguiu prosperar no jogo. Pressionado, a equipe criou chances apenas nos contra-ataques. Na segunda etapa, a equipe voltou diferente para o jogo. Tendo mais a bola, a equipe visitante passou a controlar a partida, criando mais chances. O resultado da mudança de postura foi a virada no jogo. Após a liderança no placar, o Dourado passou a tentar diminuir o ritmo da partida para se manter na frente do placar.

CUIABÁ COMEÇA MELHOR, MAS AVAÍ ASSUSTA

O Cuiabá começou melhor a partida e teve as primeiras boas chances no duelo. Os visitantes conseguiam marcar bem e diminuir os espaços do Avaí, dificultando o processo de criação de jogadas do adversário. No ataque, apostava nos cruzamentos e foi assim que teve boas chances com Marllon e depois com Rodriguinho.

Porém foi o Avaí que criou a melhor chance do início do primeiro tempo. Bruno Silva roubou bola no campo de ataque e avançou pela direita. Ele cruzou na medida para Muriqui. O atacante subiu sozinho, mas cabeceou rente à trave do gol defendido por Walter.

AVAÍ ABRE O PLACAR

Os donos da casa marcaram primeiro no jogo. Após cobrança rápida de falta no meio-campo, Morato recebeu passe pelo lado direito do ataque, puxou para dentro e finalizou forte. Walter espalmou e, no rebote, o volante Eduardo chegou livre na área para marcar o gol e colocar os anfitriões na frente. Atrás no placar, o Cuiabá tentou ser um pouco mais propositivo no jogo e até teve chance de empatar. Valdívia teve a oportunidade em finalização de dentro da área, mas a bola foi por cima do gol.

EMPATE E PRESSÃO DO DOURADO

O time visitante conseguiu o empate logo no começo do segundo tempo. Aos três minutos da etapa final, a zaga do Avaí não conseguiu afastar cruzamento e a bola sobrou para Valdívia. O camisa 11 dominou e, da entrada da área, finalizou com força e viu a bola morrer no fundo das redes.

O gol deu fôlego ao Cuiabá na partida. A equipe passou a ter mais a bola no campo de ataque e buscou o gol da virada. Rodriguinho recebeu passe de Rafael Gava, girou em cima da zaga e finalizou, mas não levou perigo ao gol adversário.

CUIABÁ VIRA O JOGO

A pressão da equipe visitante deu resultado aos 18 minutos da etapa final. Após mais uma boa jogada de ataque, Valdívia finalizou na zaga e descolou escanteio. Na cobrança, Rodriguinho tentou de cabeça e o goleiro Douglas espalmou. No rebote, o zagueiro Joaquim esticou o pé e empurrou a bola para dentro do gol.

AVAÍ TENTA RETOMAR VOLUME DE JOGO

Atrás no placar, o Avaí precisou sair mais para o jogo tentando buscar pelo menos o empate. Eduardo Barroca tirou um volante (Eduardo) e colocou um atacante (Gustavo Santos) na tentativa de novamente criar mais chances de gol. O Cuiabá se fechou ainda mais na partida e esperou a pressão do Avaí.

O jogo ficou desenhado no embate ataque contra defesa, com poucas chances reais de perigo sendo criadas. Rodriguinho desperdiçou chance para o Cuiabá e o Avaí tentava chegar em cruzamentos e chutes de fora da área, mas sem sucesso.

AVAÍ

Douglas Friedrich; Kevin, Raniele, Arthur Chaves, Bruno Cortez; Eduardo (Gustavo Santos), Lucas Ventura (Jean Pyerre), Bruno Silva; Muriqui (Copete), Morato (Dentinho), Bissoli. Técnico: Eduardo Barroca

CUIABÁ

Walter; João Lucas (Daniel Guedes), Joaquim, Marllon, Uendel; Camilo, Rafael Gava (Marcão), Osorio (Paulão), André Luís, Rodriguinho; Valdívia. Técnico: António Oliveira

Local: estádio Ressacada, em Florianópolis (SC)

Árbitro: Jean Pierre Goncalves Lima (RS)

Assistentes: Leirson Peng Martins (RS) e Luanderson Lima dos Santos (BA)

VAR: Igor Junio Benevenuto de Oliveira (FIFA/MG)

Cartões Amarelo: nenhum

Gol: Eduardo (AVA), aos 39'/1ºT; Valdívia (CUI), aos 3'/2ºT; Joaquim (CUI), aos 18'/2ºT