|
  • Bitcoin 109.685
  • Dólar 5,2387
  • Euro 5,5493
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 08/06/2022, 21:22

Cruzeiro vence o CRB, afasta mais um fantasma e segue sobrando na Série B

PUBLICAÇÃO
quarta-feira, 08 de junho de 2022

LOHANNA LIMA
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

BELO HORIZONTE, MG (UOL/FOLHAPRESS) - A fase do Cruzeiro é realmente muito boa na Série B do Brasileiro. A equipe venceu o CRB por 2 a 0, na noite desta quarta-feira (8), no Mineirão, e chegou à oitava vitória seguida na competição. Edu e Rafa Silva marcaram na primeira etapa. Além de aumentar a invencibilidade, o time mineiro quebrou um tabu de seis jogos sem vencer os alagoanos. Este foi também o primeiro celeste sobre o CRB, no Gigante da Pampulha, em toda a história do confronto.

Com o resultado, o Cruzeiro chega a 28 pontos e dispara na liderança da Série B. O CRB, por outro lado, segue com 11 pontos e entra na zona de rebaixamento, ocupando o 17º lugar.

O próximo desafio do Cruzeiro é contra o Vasco, vice-líder da competição. O jogo será no Maracanã, no domingo (12), às 16h (de Brasília) e já está com carga de ingressos esgotada. Já o CRB enfrenta o Vila Nova, no sábado (11), no estádio Rei Pelé, às 16h30.

O Cruzeiro se fez valer do Mineirão para propor o jogo desde o início, como vem fazendo em toda a campanha. No entanto, a boa marcação do CRB fez com que o time utilizasse mais bolas longas e inversão de jogo do que de costume no início da primeira etapa. Foi difícil, mas o Cruzeiro conseguiu encaixar seu ataque e marcou dois gols em dois minutos na primeira etapa, mostrando mais uma vez a letalidade da equipe.

Diferentemente de outros adversários que foram ao Mineirão enfrentar o Cruzeiro, o CRB equilibrou as ações desde o início da primeira etapa. A equipe comandada por Daniel Paulista se lançou ao ataque e teve um bom comportamento defensivo dificultando bastante o jogo do Cruzeiro. No entanto, o time não conseguiu segurar o ataque do Cruzeiro por muito tempo e deixou a primeira etapa perdendo por 2 a 0, sem se reagir no placar na segunda etapa.

A primeira chance do Cruzeiro foi aos 14, com Eduardo Brock de fora da área. Aos 29, Neto Moura buscou o ângulo de Diogo Silva que fez boa defesa e mandou para fora. O escanteio gerou o primeiro gol cruzeirense. Neto Moura bateu e Edu fez um verdadeiro golaço, pegando de primeira, aos 30. Dois minutos mais tarde, o time ampliou com Rafa Silva, que recebeu a bola de Neto Moura no meio dos zagueiros e mandou no canto esquerdo do goleiro do CRB.

O atacante Edu trabalhou nos últimos dias para se livrar de dores na coxa que fizeram com que ele jogasse apenas um tempo em cada um dos dois últimos jogos. O esforço valeu e o atacante foi recompensado com um golaço, que abriu o placar no Mineirão em um momento em que o CRB dificultava as ações do Cruzeiro. Edu é o artilheiro absoluto do time mineiro, com 15 gols, e uma curiosidade é que todos os gols anteriores haviam sido marcados na segunda etapa, sendo este o primeiro na etapa inicial.

Atrás no placar, o CRB voltou disposto a tentar uma reação. Aos dez minutos, Richard finalizou bem de fora da área, mas a bola passou por cima do gol de Rafael Cabral. O jogo perdeu um pouco do ritmo, até seguiu equilibrado, mas sem chances claras de gol. O CRB ainda perdeu o Welington Carvalho, aos 32 minutos do segundo tempo, o que dificultou mais a reação dos alagoanos na partida.

CRUZEIRO

Rafael Cabral, Zé Ivaldo, Oliveira e Eduardo Brock (Geovane); Leo Pais (Filipe Machado), Willian Oliveira, Neto Moura e Matheus Bidu; Jajá (Luvannor), Rafa Silva (Fernando Canesim) e Edu (Rodolfo). Técnico: Paulo Pezzolano.

CRB

Diogo Silva, Gum, Wellington Carvalho e Gilvan; Raul Prata (Reginaldo), Emerson (Gabriel Conceição), Yago (Wallace), Uillian Correia e Guilherme Romão; Richard (Wesley) e Anselmo Ramon (Vico). Técnico: Daniel Paulista.

Estádio: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)

Árbitro: Caio Max Augusto Vieira (RN)

Auxiliares: Jean Marcio dos Santos e Lorival Candido das Flores (ambos do RN)

VAR: Pathrice Wallace Corrêa Maia (RJ)

Cartões amarelos: Eduardo Brock (CRU); Welington Carvalho e Guilherme Romão (CRB)

Cartão vermelho: Wellington Carvalho (CRB)

Gols: Edu (CRU), aos 30', e Rafa Silva (CRU), aos 32'/1ºT.