Cruzeiro tropeça mais uma vez em casa e apenas empata com o Figueirense


BELO HORIZONTE, MG (UOL/FOLHAPRESS) - Pela segunda rodada consecutiva, e jogando no Mineirão, o Cruzeiro não conseguiu vencer na Série B do Campeonato Brasileiro. Depois de empatar com o Guarani, agora foi a vez de a equipe de Felipão tropeçar no Figueirense, ao ficar no 1 a 1 com o time catarinense, na noite desta sexta-feira (20), pela 22ª rodada. Os gols do jogo foram marcados por Léo Arthur e Airton.

O Cruzeiro teve 11 dias para trabalhar, já que o calendário deu brechas, mas mesmo assim o time celeste não conseguiu mostrar em campo a efetividade que o torcedor esperava. O resultado foi muito ruim, assim como o futebol apresentado pela equipe de Felipão, que não consegue engatar uma sequência de vitórias e estaciona próximo à zona de rebaixamento.



Com o empate, o Cruzeiro fica com 25 pontos na 15ª colocação. O Figueirense tem 20 e está na 18ª posição.

Depois de longos dias sem jogos, agora, contando a partida com o Figueirense, a Raposa vai encarar uma sequência dura de compromissos. Serão mais oito jogos em quase um mês.

A próxima partida do Cruzeiro será contra a líder Chapecoense, time que embalou e está com dez pontos a mais do que o segundo colocado, o Sampaio Corrêa (47 a 37). O Figueira enfrenta o Sampaio Corrêa no Orlando Scarpelli.

Os destaques da partida foram Airton e Léo Arthur. Depois da chegada de Felipão o futebol do atacante cruzeirense "apareceu". Já são quatro gols na Série B, estatística superior a de todos os jogadores do setor ofensivo do elenco azul, inclusive Marcelo Moreno, que, em tese, deveria ser o "homem gol" da Raposa.

Já Léo Arthur marcou um golaço e abriu o placar após contra-ataque fulminante. Com quatro toques na bola contando toda a jogada ofensiva o Figueirense chegou ao seu primeiro gol.

A partida desta sexta marcou a reestreia do atacante Rafael Sóbis pelo Cruzeiro. Em campo, o jogador atuou até os oito minutos do segundo tempo, quando deu lugar a Arthur Caíke, e teve atuação regular, sem tanto destaque.

Pelo lado do Figueirense o técnico Jorginho, que substituiu Elano, trabalhou pela primeira vez no banco de reservas do time de Santa Catarina.

O JOGO

Aos 11 minutos do primeiro tempo, em um contra-ataque de almanaque, Bruno Michel lançou Léo Artur, que recebeu o lançamento em profundidade, arrancou em direção à área cruzeirense e encobriu o goleiro Fábio: 1 a 0.

Aos 35 minutos o Cruzeiro chegou ao empate. Airton, um dos destaques da Raposa com Felipão, recebeu na intermediária pela esquerda, carregou para o meio, e chutou colocado, de fora da área. A bola ainda bateu na trave antes e morrer no fundo das redes de Sidão: 1 a 1.

CRUZEIRO

Fábio; Cáceres, Manoel, Cacá, Patrick Brey (Matheus Pereira); Ramon (Jadson), Jadsom, Régis (Welinton); Rafael Sóbis (Arthur Caíke), Airton, Marcelo Moreno (Thiago). T.: Felipão

FIGUEIRENSE

Sidão; Thiaguinho, Guilherme Teixeira, Vitor Mendes, Renan Luís; Matheus Neris (Elyeser), Patrick (Jhonatan), Léo Arthur, Bruno Michel (Everton Santos); Diego Gonçalves (Gabriel Barbosa), Lucas Barcelos (Marquinho). T.: Jorginho

Estádio: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)

Juiz: Marielson Alves Silva (BA)

Cartão amarelo: Jadson, Jadsom (Cruzeiro); Matheus Neris, Thiaguinho (Figueirense)



Gols: Léo Arthur, aos 11min do primeiro tempo (Figueirense); Airton, aos 35min do primeiro tempo (Cruzeiro)

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Últimas notícias

Continue lendo