|
  • Bitcoin 118.704
  • Dólar 5,2124
  • Euro 5,3383
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 05/07/2022, 21:06

Cruzeiro fica no empate com o Ituano em jogo com polêmica no VAR

PUBLICAÇÃO
terça-feira, 05 de julho de 2022

LOHANNA LIMA
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

BELO HORIZONTE, MG (UOL/FOLHAPRESS) - Em jogo com polêmica envolvendo o VAR, o Ituano conseguiu frear o líder Cruzeiro mesmo com um jogador a menos. As duas equipes ficaram no empate por 1 a 1, nesta terça-feira (5), na partida adiada da 14ª rodada, no estádio Novelli Junior. Os gols foram marcados por Luvannor para a o time mineiro e Bernardo para a equipe do interior paulista.

Com o resultado, o Cruzeiro chegou aos 38 pontos. Agora, a equipe celeste soma 19 pontos a mais que o quinto colocado Criciúma, que tem 23. Já o Ituano está na 16ª posição, com 17 pontos conquistados.

O Cruzeiro volta a campo no próximo sábado (11), contra o Guarani, no estádio Brinco de Ouro da Princesa, às 11h (de Brasília). Já o Ituano enfrenta o Sampaio Corrêa, no Castelão (MA), às 18h30, no mesmo dia.

Velho conhecido do futebol mineiro, Neto Berola teve a primeira grande oportunidade do jogo aos 23 minutos. O jogador recebeu um belo passe de Rafael Elias, que cruzou encobrindo a zaga pela direita. De frente para a Rafael Cabral, Berola finalizou para fora. A bola passou muito perto da trave esquerda em lance incrível.

Aos 34, Filipe Machado fez uma lambança no campo de defesa. O jogador chutou forte a bola nas costas do companheiro Lucas Oliveira e que gerou escanteio para o Ituano. Na cobrança de Córdoba, Bernardo subiu mais alto e testou a bola com perigo por cima do gol de Cabral.

Aos 44, Edu finalizou para o gol após chute de Bidu que veio da esquerda, mas o auxiliar marcou impedimento. O VAR confirmou a decisão de campo, mas o lance gerou polêmica. Nas imagens divulgadas pela CBF, o clube e diversos comentaristas de arbitragem questionaram as linhas traçadas que estariam incorretas. Os jogadores volltaram do vestiário para o segundo tempo questionando bastante a arbitragem.

Logo no primeiro minuto do segundo tempo, o Ituano chegou com perigo com Rafael Elias. O jogador bateu forte, mas Rafael Cabral defendeu. Aos 9, no entanto, Luvannor abriu o placar em um lance de sorte. O atacante celeste chegou à linha de fundo, bateu sem ângulo e a bola bateu no defensor e no goleiro antes de ir para o gol.

Aos 14, Lucas Oliveira tirou uma boal do Ituano quase em cima da linha, após Roberto tentar encobrir Rafael Cabral. No minuto seguinte, Daniel Jr escapou com velocidade, mas foi seguro por Lucas Dias. Por ser chance clara de gol, o defensor do Ituano levou o vermelho.

Mesmo com um a menos, o Ituano não desistiu de atacar o Cruzeiro. Aos 33, Bernardo invadiu a área, bateu com tranquilidade em meio ao vacilo da zaga para empatar a partida no Novelli Júnior.

ITUANO

Pegorari; Córdoba (Kaio), Lucas Dias, Bernardo e Roberto; Rafael Pereira, Dudu, Caíque e Rafael Elias (Chrigor) ; Jimenez (Léo Santos) e Neto Berola (João Vítor). Técnico: Mazola Júnior.

CRUZEIRO

Rafael Cabral; Geovanne Jesus, Lucas Oliveira, Eduardo Brock e Matheus Bidu (Rafael Santos); Adriano, Filipe Machado e Willian Oliveira; Daniel Jr (Fernando Canesim)., Luvannor (Rodolfo) e Edu. Técnico: Paulo Pezzolano.

Estádio: Novelli Júnior, em Itu (SP)

Árbitro: Bruno Arleu de Araújo (Fifa/RJ)

Assistentes: Michael Correia (RJ) e Luiz Cláudio Regazone (RJ)

VAR: Pathrice Wallace Corrêa Maia (RJ)

Cartões amarelos: Jimenez e Córdoba (ITU); Geovane Jesus, Eduardo Brock e Luvannor (CRU)

Cartão vermelho: Lucas Dias (ITU)

Gols: Luvannor (CRU), aos 9'/2ºT, e Bernardo (ITU), aos 33'/2ºT