|
  • Bitcoin 103.220
  • Dólar 5,3317
  • Euro 5,5605
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 13/06/2022, 20:29

Croácia vence revanche e elimina França na Liga das Nações

PUBLICAÇÃO
segunda-feira, 13 de junho de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Em reedição da final da Copa do Mundo de 2018, a Croácia venceu a França por 1 a 0, nesta segunda-feira (13), no Stade de France, pela quarta rodada da fase de grupos da Liga das Nações. O resultado —somado à vitória da Dinamarca sobre a Áustria— encerra qualquer chance da atual campeã do mundo ir às semis do torneio europeu.

Vice-campeã mundial, a Croácia abriu o placar no lotado Stade de France, em Paris (FRA), logo aos três minutos do primeiro tempo, com Modric, de pênalti.

O resultado coloca a Croácia na vice-liderança do Grupo 1 da Liga das Nações, com 7 pontos, dois a menos em relação à Dinamarca. Já a França é a lanterna da chave com apenas dois pontos somados.

A Croácia calou o Stade de France com apenas três minutos de jogo. Brekalo cobrou escanteio por baixo, Benzema fez o corte. A arbitragem, porém, viu pênalti de Konaté em Budimir. Modric bateu cruzado e, mesmo com toque de Maigan, fez o gol.

Com muita troca de passes e pouca inspiração, o decorrer da primeira etapa foi morno. A França teve Mbappé e Benzema apagados e esbarrou na consistente marcação croata. Do outro lado, da Croácia apostou em seu sistema defensivo e em poucas saídas em velocidade. Os goleiros Maigan e Ivusic foram pouco exigidos.

A França foi para a pressão no início do segundo tempo e viu Karim Benzema fazer bela jogada aos oito minutos. Após tabela com Mbappé pelo centro, o atacante do Real Madrid invadiu a área, fez fila, mas demorou demais para finalizar e viu a defesa croata fazer o corte.

No minuto seguinte, Mbappé arriscou belo chute de fora da área, pela direita, e a bola passou perto da trave de Ivusic. Já aos 14, o astro do PSG saiu cara a cara com o goleiro croata, que fez grande defesa com o pé.

A França reclamou de um possível pênalti em Digne aos 21 minutos do segundo tempo. A arbitragem, porém, viu disputa legal e ignorou a revolta dos donos da casa. Para piorar, Rabiot foi punido com cartão amarelo por reclamação.

Dominante no segundo tempo, a seleção francesa quase viu sua esperança por um resultado melhor ir por água abaixo. Aos 26 minutos do segundo tempo, Majen recebeu livre na entrada da área e mandou uma bomba em direção à meta francesa. O goleiro Maignan fez bela defesa.

A combinação dos resultados desta segunda-feira encerrou qualquer chance da França ir às semifinais da competição. Com dois jogos pela frente, a seleção francesa só pode chegar a oito pontos, e agora briga contra o rebaixamento. Líder, a Dinamarca chegou a nove. Apenas o primeiro colocado de cada chave avança.

A Liga das Nações fará uma pausa e retornará no fim de setembro. No dia 22, a França enfrentará a Áustria; a Croácia encara a Dinamarca. Três dias depois, os franceses jogam contra os dinamarqueses, e os croatas enfrentam os austríacos.