|
  • Bitcoin 147.504
  • Dólar 5,0617
  • Euro 5,2708
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 23/04/2022, 12:44

Cristiano Ronaldo faz 100º gol na Premier, mas não impede derrota do United para Arsenal

PUBLICAÇÃO
sábado, 23 de abril de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O Arsenal venceu o Manchester United por 3 a 1, neste sábado (23), no Emirates Stadium, em partida válida pela 34ª rodada do Campeonato Inglês. Cristiano Ronaldo até marcou o 100º gol de sua carreira na Premier League, mas não evitou a derrota dos Diabos Vermelhos.

Os Gunners abriram o placar logo aos três minutos com Nuno Tavares e ampliaram com Saka aos 31. CR7 descontou aos 33 para o United. No segundo tempo, aos 24 minutos, Xhaka acertou uma bomba de fora da área e marcou o 3º do Arsenal.

Com a vitória, o time de Londres chegou aos 60 pontos, subiu para o 4º lugar, e deu um passo importante na disputa por uma vaga na próxima edição da Liga dos Campeões. O United, por sua vez, segue com 54 pontos na 6ª posição, e se complica na briga pelo torneio continental.

O Arsenal volta a campo no próximo domingo (1 de maio), contra o West Ham, às 12h30 (de Brasília), no Estádio Olímpico de Londres. Já o United encara o Chelsea, no Old Trafford, às 15h45 (de Brasília), na quinta-feira (28).

HOMENAGEM

Na última terça-feira (19), na partida entre Liverpool e United, os torcedores dos Reds homenagearam Cristiano Ronaldo, que desfalcou sua equipe pela morte de seu filho. Aos sete minutos da primeira etapa, os presentes em Anfield se levantaram, bateram palmas e cantaram "You'll Never Walk Alone".

O gesto se repetiu neste sábado, contra o Arsenal —a primeira partida de CR7 desde o episódio. Os presentes no Emirates Stadium aplaudiram o craque português no minuto 7 da primeira etapa.

O camisa 7 marcou o 100º gol de sua carreira no Campeonato Inglês, contra o Arsenal. Foi seu primeiro gol desde a morte de um dos filhos gêmeos que ele e Georgina Rodríguez estavam esperando.

O meio-campista Matic cruzou pelo lado esquerdo, Cristiano Ronaldo antecipou dois defensores e completou de primeira para o fundo do gol.

Aos 9 minutos do segundo tempo, Nuno Tavares colocou a mão na bola dentro da área e a arbitragem marcou pênalti. Bruno Fernandes foi para a bola, deslocou Ramsdale, mas acertou a trave.

Aos 13 minutos da etapa final, CR7 empatou a partida após marcar de voleio — completando um passe de Elanga. No entanto, o VAR assinalou impedimento milimétrico no lance.

Aos 24 minutos do segundo tempo, Xhaka definiu a vitória dos Gunners. Elneny rolou para o meia suíço, que encheu o pé de fora da área e superou De Gea.