|
  • Bitcoin 124.150
  • Dólar 5,1592
  • Euro 5,3238
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 14/07/2022, 19:18

Cotados para Copa, atacantes da seleção movimentam quase R$ 1 bi no mercado

PUBLICAÇÃO
quinta-feira, 14 de julho de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Cotados para representar o Brasil na Copa do Mundo do Qatar, Richarlison, Raphinha e Gabriel Jesus agitaram a janela de transferências da Europa. O trio movimentou quase R$ 1 bilhão no mercado da bola e terá pouco mais de três meses para se adaptar aos novos desafios antes do Mundial.

O primeiro negócio a ser concluído envolveu Gabriel Jesus. O atacante revelado pelo Palmeiras foi contratado pelo Arsenal por 45 milhões de libras (cerca de R$ 289 milhões). O jogador planejava há algum tempo um movimento no mercado para ter mais minutos e tomou a decisão de olho em uma vaga na Copa do Mundo com a seleção de Tite.

Pouco depois de Jesus, Richarlison mudou de ares dentro da Premier League. O atacante, que defendia o Everton, assinou um contrato com o Tottenham por cinco temporadas (até junho de 2027). O brasileiro custou cerca de 58 milhões de euros (aproximadamente R$ 315 milhões) ao clube londrino, que venceu a concorrência dos rivais Arsenal e Chelsea.

Na última terça-feira (12), Raphinha concretizou o objetivo de se transferir para o Barcelona. O atacante deixou o Leeds United após uma proposta que pode chegar a 70 milhões de euros (aproximadamente R$ 380 milhões).

Além do valor à vista (58 milhões de euros ou cerca de R$ 315 milhões, segundo o o site Transfermarkt), o brasileiro poderá receber bonificações por metas alcançadas ao longo do contrato de cinco anos.

Desta forma, o trio representa cerca de R$ 919 milhões em negociações na janela do futebol europeu. Apesar das altas cifras, nenhum dos três jogadores entra para o top 10 das transferências mais caras envolvendo brasileiros na história.

Corrigindo os valores pelo índice IGP-M, a transferência de Neymar para o Paris Saint-Germain, em 2017, segue como a mais cara entre brasileiros.

A décima maior venda de um brasileiro envolveu Hulk, hoje jogador do Atlético-MG: em 2016, o canhoto foi para o SIPG, da China, por cerca de R$ 383 milhões.

*

JOGADORES BRASILEIROS MAIS CAROS DA HISTÓRIA (VALORES CORRIGIDOS PELO IGP-M)

Neymar (para o PSG): R$ 1,50 bilhão

Philippe Coutinho (para o Barcelona): R$ 1,14 bilhão

Neymar (para o Barcelona): R$ 841 milhões

Arthur (para a Juventus): R$ 674 milhões

Kaká (para o Real Madrid): R$ 512 milhões

Alisson (para o Liverpool): R$ 477 milhões

Fred (para o Manchester United): R$ 420 milhões

Alex Teixeira (para o JS Suning): R$ 416 milhões

Oscar (para o Shanghai): R$ 394 milhões

Hulk (para o SIPG): R$ 383 milhões

Éder Militão (para o Real Madrid): R$ 358 milhões

Raphinha (para o Barcelona): R$ 315 milhões

Richarlison (para o Tottenham): R$ 315 milhões

Gabriel Jesus (para o Arsenal): R$ 289 milhões

*valores corrigidos pelo IGP-M