Curitiba - Seguindo o processo de modernização do Estádio Couto Pereira, a direção do Coritiba iniciou nesta semana a instalação de catracas com tecnologia de reconhecimento facial em todos os portões de acesso ao estádio. Esta modernização faz parte do compromisso do Coritiba com o avanço tecnológico e a melhoria da experiência dos torcedores e operação do clube.

A tecnologia permitirá a entrada rápida e eficiente dos torcedores, eliminando a necessidade de apresentar cartões de acesso, ingressos ou documentos de identidade; além da redução de filas e tempos de espera nos portões. A inovação também trará mais segurança, já que a autenticação facial ajuda a prevenir fraudes e o uso de ingressos falsificados. Além disso, os torcedores não precisarão se preocupar em carregar ingressos de papel ou cartões de acesso, tornando o processo de entrada mais conveniente e menos sujeito a erros ou perdas.

A funcionalidade de reconhecimento facial será implementada gradativamente, sendo estruturado um ciclo de homologação, a partir do segundo semestre. Durante esse período de transição, as dinâmicas atuais de acesso continuarão a vigorar, permitindo que os torcedores se adaptem aos novos procedimentos. Todas as fases serão comunicadas de maneira transparente e eficaz para garantir que a mudança ocorra sem contratempos.

Vale ressaltar que no Brasil o moderno Allianz Parque já utiliza essa tecnologia com sucesso. Mundo afora, estádios estão seguindo o mesmo caminho, como o do Tottenham Hotspur Stadium, na Inglaterra, e o Wanda Metropolitano, na Espanha. Esta tecnologia representa o futuro dos eventos esportivos e reforça o compromisso dos clubes com a inovação e a excelência no atendimento aos seus fãs.

Além de todas as vantagens, as novas catracas estão de acordo com as práticas de uma organização moderna e com as últimas tendências tecnológicas, focadas na experiência do torcedor. A implementação também atende às exigências legais que obrigam os clubes a adotarem tecnologias de reconhecimento facial até 2025, garantindo que o Coritiba esteja em conformidade com as normas regulatórias. (Com assessoria)