|
  • Bitcoin 101.558
  • Dólar 5,3317
  • Euro 5,5605
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 29/05/2022, 20:04

Corinthians joga mal, empata com o América-MG e perde a liderança do do Brasileiro

PUBLICAÇÃO
domingo, 29 de maio de 2022

YAGO RUDÁ
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Apoiado por mais de 33 mil torcedores na Neo Química Arena, o Corinthians enfrentou neste domingo (29) o América-MG, teve um de seus piores desempenhos nesta edição do Campeonato Brasileiro e ficou no empate em 1 a 1 com o clube mineiro após gols de Aloísio e Gustavo Mosquito. Com o tropeço, o time alvinegro perdeu a liderança da Série A para o rival Palmeiras, que mais cedo bateu o Santos na Vila Belmiro.

Não foi uma noite inspirada dos comandados de Vítor Pereira. A equipe foi dominada pelo América-MG durante os primeiros 70 minutos da partida e apenas não foi derrotada graças ao trabalho do goleiro Cássio. Na etapa final, em um lance de escanteio, o elenco alvinegro conseguiu o empate em um raro lance de perigo ao longo do confronto em Itaquera.

Com o resultado, o Corinthians chegou aos 15 pontos no Campeonato Brasileiro e caiu para a segunda colocação, atrás do Palmeiras —que possui a mesma pontuação, porém leva a melhor no saldo de gols. O América-MG somou seu 11º ponto na competição nacional e permaneceu no meio da tabela, dentro da zona de classificação para a Copa Sul-Americana.

Depois de três partidas seguidas no banco de reservas em um período marcado pelo desentendimento com o técnico Vítor Pereira nos bastidores do CT Joaquim Grava, o atacante Róger Guedes voltou a ser escalado como titular do Corinthians. O camisa 9 ficou postado no lado direito, enquanto Willian ocupava o lado esquerdo.

Embora o mandante fosse o Corinthians, coube ao América-MG dominar as ações ofensivas da partida. O técnico Vagner Mancini montou uma equipe compacta no meio de campo e apostando nas triangulações pela linha de fundo para chegar ao gol defendido por Cássio. O time mineiro teve uma bola na trave em chute de Lucas Kal no primeiro tempo e, por muito pouco, Aloísio não abre o placar com uma bicicleta de dentro da área no meio de Gil e Raul Gustavo.

O atacante do América-MG estava em noite inspirada, pelo menos nos lances plásticos. Depois de ficar no quase em uma finalização de bicicleta, Aloísio apareceu nas costas da defesa do Corinthians, saiu cara a cara com Cássio, deu um 'chapéu' no goleiro e mandou a bola para o fundo da rede. O lance, no entanto, foi anulado por posição irregular.

Responsável pelos raros momentos de protagonismo do Corinthians na partida, o meia-atacante Willian sofreu um rodízio de faltas dos defensores do América-MG e, depois de uma entrada mais forte, pediu o atendimento médico. O camisa 10 bem que tentou ficar em campo, mas não aguentou as dores e saiu do gramado mancando para a entrada de Adson.

Preocupado com o rendimento do Corinthians, o técnico Vítor Pereira promoveu outras duas mudanças na volta do intervalo em uma tentativa de fazer com o que a equipe agredisse mais o adversário e igualasse as ações da partida. O volante Maycon entrou na vaga de Roni, e Júnior Moraes deu lugar a Gustavo Mosquito.

Melhor na partida desde o primeiro tempo, o América-MG foi coroado pela sua insistência em abrir o placar na Neo Química Arena. Após parar em Cássio em duas boas chances de gol na etapa final, o time mineiro conseguiu balançar a rede com Aloísio aparecendo nas costas da zaga do time alvinegro após desvio de Alê na primeira trave em cobrança de escanteio.

O Corinthians não vinha jogando bem, mas na base da vontade conseguiu buscar o empate na Neo Química Arena. Em cobrança de escanteio de Maycon, Róger Guedes cabeceou no chão, nos pés do goleiro Jailson e a bola sobrou na pequena área para Gustavo Mosquito encher o pé e estufar a rede do América-MG.

O Corinthians volta a campo no próximo sábado (4) para enfrentar o Atlético-GO, em Goiânia, pela nona rodada do Campeonato Brasileiro. O América-MG joga no mesmo dia contra o Cuiabá, em Belo Horizonte.

CORINTHIANS

Cássio; Rafael Ramos, Gil, Raul Gustavo e Fábio Santos (Lucas Piton); Du Queiroz, Roni (Maycon) e Renato Augusto (Giuliano); Róger Guedes, Willian (Adson) e Júnior Moraes (Gustavo Mosquito). T.: Vítor Pereira.

AMÉRICA-MG

Jailson; Patric, Iago Maidana (Gustavo Marques), Luan Patrick e Marlon; Lucas Kal, Juninho (Zé Ricardo), Alê e Gustavinho (Pedrinho); Felipe Azevedo (Rodriguinho) e Aloísio (Henrique Almeida). T.: Vagner Mancini.

Estádio: Neo Química Arena, em São Paulo (BRA)

Árbitro: Anderson Daronco (Fifa/RS)

Assistentes: Rafael da Silva Alves (Fifa/RS) e Michael Stanislau (RS)

VAR: Pablo Ramón Gonçalves Pinheiro (RN)

Cartões amarelos: Maycon e Gil (COR); Gustavinho (AME)

Gols: Aloísio (COR), aos 21', e Gustavo Mosquito (AME), aos 36'/2ºT.