|
  • Bitcoin 118.948
  • Dólar 5,1649
  • Euro 5,2600
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 31/07/2022, 14:38

Corinthians comemora estratégia para evitar se distanciar do Palmeiras

PUBLICAÇÃO
domingo, 31 de julho de 2022

THIAGO BRAGA
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - A derrota do Corinthians para o Atlético-GO por 2 a 0 na Copa do Brasil deixou o técnico Vítor Pereira irritado. E ele não poupou críticas ao elenco alvinegro, chegando a afirmar que o time jogou de "barriga cheia" contra os goianos.

A reação que Pereira cobrou apareceu na vitória sobre o Botafogo por 1 a 0. E o treinador saiu satisfeito não só pelo triunfo, mas também por ganhar novas alternativas para a sequência da temporada.

"Nem eu nem eles ficamos satisfeitos com o resultado e com o jogo que fizemos na Copa do Brasil. Tínhamos de dar uma resposta, voltar ao nosso nível. E demos uma resposta contra uma boa equipe, num jogo bem jogado. Um jogo com ritmo, bom jogo para se ver. Ganhamos com justiça, podíamos ter um jogo mais tranquilo, tivemos chance de fazer ou segundo ou terceiro, mas não aconteceu. Acho que merecemos a vitória", analisou Vítor Pereira.

O treinador também teve êxito em sua estratégia de poupar jogadores. Ele rodou o elenco, começando o jogo com Rafael Ramos, Fausto Vera, Giuliano e Giovane. Alguns titulares, como Du Queiroz, Maycon, Willian e Yuri Alberto entraram na etapa final para poder ganhar ritmo de jogo, visando o jogo contra o Flamengo, pelas quartas de final da Taça Libertadores, na próxima terça-feira (2).

"Contra o Flamengo, temos de ter o nosso melhor nível. Não será um jogo especulativo, vamos atacar com nossas armas e defender bem. Sermos equilibrados na eliminatória", avaliou o treinador alvinegro.

Além de ter conseguido descansar alguns jogadores, Vítor Pereira viu o Corinthians não deixar o Palmeiras abrir sete pontos de vantagem para seu time na liderança do Brasileiro. O time foi a 38 pontos e vai manter a segunda colocação independentemente dos outros resultados nesta rodada. O time está quatro pontos atrás do líder Palmeiras.

A dúvida fica sobre quem deverá formar a dupla de zaga, e o treinador fez questão de manter o suspense sobre quem jogará contra o Rubro-Negro carioca na semana. A certeza é que Raul Gustavo não poderá estar em campo.

"Vamos ter que encontrar a melhor dupla de acordo com o adversário. Raul está fora, ele sentiu qualquer coisa, nada especial, mas está entregue ao departamento médico. Tínhamos o Gil, que jogou o último jogo, que entrou nesta gestão de elenco, passamos três dias, viajamos à noite, chegamos às quatro da manhã, a forma como recuperamos não permitia jogar com essa intensidade. Em relação à zaga, Balbuena e Bruno jogaram muito bem, um jogo muito consistente, como a equipe no geral. E vamos encontrando a melhor dupla em condições de dar a resposta às características do adversário", finalizou.