|
  • Bitcoin 109.361
  • Dólar 5,2387
  • Euro 5,5415
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 09/06/2022, 12:15

Corinthians aguarda janela, projeta vendas e mapeia possíveis reforços

PUBLICAÇÃO
quinta-feira, 09 de junho de 2022

YAGO RUDÁ
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (UOL-FOLHAPRESS) - A abertura da próxima janela de transferências é aguardada com receio pelo Corinthians. Vivo nas disputas do Brasileirão, Libertadores e Copa do Brasil, o time paulista trabalha com a possibilidade de negociar, ao menos, dois jogadores do atual elenco e se prepara para ir ao mercado da bola em busca de peças de reposição. Há a possibilidade de reutilização de atletas emprestados, como Mateus Vital, Ramiro e Bruno Méndez.

Internamente, o técnico Vítor Pereira já conversou com a diretoria de futebol e expôs sua opinião sobre o elenco do Corinthians. O português entende que o grupo é competitivo, mas há carências em alguns setores, como um centroavante com características de jogo aéreo para competir com Jô e mais um ponta de velocidade que consiga auxiliar o sistema ofensivo tanto na criação como nas finalizações.

A cúpula do Timão, no entanto, aguarda as próximas semanas antes de se movimentar no mercado da bola. Com a abertura da janela europeia na segunda quinzena do mês que vem, o elenco deve sofrer baixas. O zagueiro João Victor é cotado para reforçar Porto ou Benfica e nomes como Lucas Piton, Raul Gustavo, Du Queiroz, Maycon e Gustavo Mosquito também geram sondagens de equipes estrangeiras.

"Qualquer jogador pode deixar o Corinthians na janela, não é a nossa intenção, sabemos que o futebol brasileiro precisa da receita da venda de jogadores e trabalhamos para cada vez menos depender dessas receitas. No ano passado, tivemos jogadores com propostas e seguramos a venda. Fechamos o ano positivo nas finanças e esse ano não vai ser diferente. Imagino que poucos têm essa possibilidade, talvez uns três, mas vamos vender desde que haja condição de trazermos uma peça de reposição", explicou recentemente o presidente Duilio Monteiro Alves.

Quando as conversas estiverem em curso, os dirigentes corintianos definirão com a comissão técnica a estratégia de busca por reforços no mercado. Além dos novos jogadores para o sistema ofensivo, o Corinthians irá atrás das prováveis reposições para quem for deixar o CT Joaquim Grava.

Ciente de que esse cenário se aproxima, Vítor Pereira e seus auxiliares mapeiam o mercado nacional e sul-americano e também estudam as características de atletas emprestados pelo Timão e que possuem contrato próximo do fim. Os nomes de Ramiro, Mateus Vital e Bruno Méndez estão em pauta e podem retornar. A prioridade, no entanto, é colocá-los no mercado e garantir algum lucro em uma eventual negociação.

"Temos até o dia 30 de junho para esperarmos o fim do empréstimo. É a lei, temos que aguardar o fim das férias. Estamos acompanhando e nossa comissão está vendo se temos interesse no retorno de algum deles. Se isso acontecer, vamos pedir o retorno para que comecem a treinar com a nova comissão. Temos a janela de verão na Europa e ainda podemos ter uma negociação para que eles possam deixar o clube", disse Duilio.

Enquanto a janela europeia não é inaugurada, o Corinthians tem outros problemas de curtíssimo prazo a serem resolvidos, como o que ser feito em relação à ausência de Jô no treinamento de ontem (8), o alto número de atletas sob os cuidados do departamento médico e as disputas das oitavas de final da Copa do Brasil, diante do Santos, e da Copa Libertadores, contra o Boca Juniors.