São Paulo - O atacante Gil disse ontem que sua contusão não é grave. O jogador não viajou com a delegação corintiana para o Uruguai, em virtude de um estiramento na parte posterior da coxa esquerda, e ficou em São Paulo realizando tratamento médico na região afetada.
Em entrevista à Rádio Jovem Pan, Gil disse que as dores começaram a incomodá-lo no decorrer da partida contra o América, no último domingo. Mesmo assim, o atacante permaneceu em campo até o final do jogo.
''Eu entrei 100% e no decorrer da partida voltei a sentir um pouco de dores na coxa. Na segunda-feira as dores estavam bem mais fortes. Fiz um exame e deu uma leve contratura. Os médicos se preocuparam com a contusão e acharam melhor eu não ir para o jogo no Uruguai'', explicou Gil, lembrando que não é a primeira vez que tem esse tipo de problema.