|
  • Bitcoin 153.386
  • Dólar 5,0539
  • Euro 5,2599
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 24/02/2022, 23:24

Conselho do Vasco aprova empréstimo de R$ 70 milhões da 777 Partners

PUBLICAÇÃO
quinta-feira, 24 de fevereiro de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS) - O conselho deliberativo do Vasco aprovou, em reunião realizada na noite desta quinta-feira (24), um empréstimo-ponte de R$ 70 milhões da 777 Partners, empresa que tem o interesse em adquirir 70% da SAF do clube cruz-maltino.

Com o aval, a 777 tem o prazo de uma semana para realizar a transferência. O Vasco pretende utilizar a quantia de formas variadas. A regularização de salários e pendências aos fornecedores são as demandas mais emergenciais.

Parte da verba também será destinada aos acordos com o RCE (Regime Centralizado de Execuções) e com a PGFN (Procuradoria Geral da Fazenda Nacional).

Uma outra parte será separada para a contratação de reforços de mais peso para a disputa da Série B do Campeonato Brasileiro, com o objetivo de se formar um time competitivo em busca do acesso.

Inicialmente, estes R$ 70 milhões é um empréstimo, porém, caso a SAF seja aprovada pelo conselho deliberativo e pelos sócios, a quantia se torna um adiantamento do total de R$ 700 milhões que a empresa promete investir nos próximos três anos.

Uma das contrapartidas ao empréstimo-ponte é a exclusividade de 90 dias que a 777 Partners tem para avaliar a possibilidade de uma proposta vinculante —documento que demonstra um compromisso firme do comprador em executar o negócio ali indicado— para a compra da porcentagem da SAF.

Paralelamente a isso, o Vasco se organizará para uma nova reunião extraordinária do conselho deliberativo, desta vez para aprovar a venda ou não da SAF para o grupo norte-americano.

Se os conselheiros aprovarem, o Vasco irá, enfim, para a última etapa do processo burocrático, que será a convocação de uma AGE (assembleia geral extraordinária), quando os sócios estatutários do clube votarão sobre a venda para a 777 Partners.

Caso o processo receba a sinalização positiva dos associados, o Vasco já receberá um novo aporte, desta vez de R$ 120 milhões, também descontados do total de R$ 700 milhões.