Começa hoje, às 19 horas, no Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo, o Desafio Brasil x Argentina de tênis. Fernando Meligeni, o número dois do Brasil, abre o confronto enfrentando o jogador número um da Argentina, Franco Squillari. Às 21h15, Gustavo Kuerten, número 1, entra em quadra para jogar contra o número 2 argentino, Gaston Gaudio.
O sistema de disputas do confronto será como o da Copa Davis. Serão quatro jogos de simples e um de duplas e o país que fizer três pontos primeiro sai vencedor. Hoje serão jogadas duas simples; amanhã, a dupla; e no sábado, outras duas simples.
Ontem, no Bar des Arts, na capital paulista, foi lançado oficialmente o evento, com a presença de todos os integrantes de ambas as equipes, que participaram de uma concorrida entrevista coletiva. Pelo Brasil, Gustavo Kuerten, Fernando Meligeni, Jaime Oncins, Alexandre Simoni, Bruno Soares e o capitão Ricardo Acioly e pela Argentina, Franco Squillari, Gaston Gaudio, Pablo Albano, Lucas Arnold, Christian Villagran e o capitão Ricardo Rivera.
Sá pega Norman – O brasileiro André Sá estreou com vitória no Torneio de Xangai, China, que tem premiação de US$ 350 mil e dá ao vencedor 35 pontos na Corrida dos Campeões. O 93º colocado na Corrida derrotou ontem o tailandês Paradorn Srichaphan, por 2 sets a 0 (6/2 e 6/3) – o jogo fora interrompido na terça-feira devido à chuva.
O adversário de André Sá na segunda rodada será muito mais difícil do que Srichaphan, 101º colocado na Corrida dos Campeões. O brasileiro enfrentará hoje Magnus Norman, primeiro cabeça-de-chave e quarto colocado na Corrida dos Campeões. O sueco derrotou o italiano Andrea Gaudenzi por 2 sets a 1 (6/3, 6/7 (4x7) e 6/4) na primeira rodada.