|
  • Bitcoin 147.475
  • Dólar 4,8088
  • Euro 5,1238
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 11/04/2022, 16:05

Com orçamento estourado, Cruzeiro volta a campo após estrear com derrota

PUBLICAÇÃO
segunda-feira, 11 de abril de 2022

VICTOR MARTINS
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

BELO HORIZONTE, MG (UOL/FOLHAPRESS) - Após estrear na Série B 2022 do Campeonato Brasileiro com uma derrota por 2 a 0 para o Bahia, em Salvador, o Cruzeiro volta a campo nesta terça-feira (12), às 21h30 (de Brasília), para enfrentar o Brusque, no Mineirão, pela segunda rodada do Nacional.

Além da derrota na estreia, o Cruzeiro tem problemas orçamentários para esta temporada. O orçamento previsto para 2022 era de R$ 90 milhões, em projeção feita pela gestão anterior. Mas o valor foi reduzido a R$ 35 milhões por Ronaldo, quantia considerada suficiente para montar e manter um time capaz de conseguir o acesso na Série B do Campeonato Brasileiro.

Mas no início do quarto mês do ano, o Fenômeno já gastou quase R$ 40 milhões apenas para quitar dívidas antigas do clube. Os débitos com Mazatlán e Tigres, do México, Defensor, do Uruguai, Independiente del Valle, do Equador, e Atlético-AC impediam a Raposa de registrar jogadores e foi preciso gastar R$ 39 milhões para derrubar as punições.

Em janeiro, antes do início do Campeonato Mineiro, Ronaldo gastou cerca de R$ 26 milhões para quitar as primeiras dívidas. Na época, a Raposa pagou pelas contratações de Riascos, do Mazatlan, Arrascaeta, do Defensor, e Rafael Sóbis, do Tigres. As duas primeiras transferências aconteceram na temporada 2016 e a última foi no ano seguinte.

Agora, o Cruzeiro acertou o pagamento de mais R$ 13 milhões para derrubar duas punições que impedem o registro de novos contratos. São R$ 12 milhões pela compra do zagueiro Kunty Caicedo, do Independiente del Valle, e R$ 1 milhão pelo empréstimo do meia Careca, do Atlético-AC.

A pressa do Cruzeiro para ficar livre do transfer ban tem a ver com uma mudança nas normas da CBF. No próximo dia 12 fecha a primeira janela de contratações para o futebol nacional. A partir de 2022, assim como acontece na Europa, os clubes brasileiros terão dois períodos específicos para registrar jogadores, independentemente da origem da transferência. Portanto, os clubes das Séries A e B têm até terça-feira para inscrever jogadores. A norma passa a valer para as demais divisões somente em 2023.

O Cruzeiro tem sete jogadores acertados, apenas esperando a queda do transfer ban para que sejam anunciados e regularizados. O goleiro Gabriel Mesquita, o zagueiro Zé Ivaldo, o volante Neto Moura, e os atacantes Leonardo Pais, Rafael Silva, Rodolfo e Henrique Luvannor vão ajudar a Raposa na continuidade da Série B.

Caso seja necessário mais reforços, a segunda janela para inscrições de jogadores abre somente em 18 de julho e terá apenas um mês de duração.

Diferentemente do Cruzeiro, o Brusque vem de uma estreia vitoriosa na Série B. O clube derrotou o Guarani, por 1 a 0, na Ressacada.

Estádio: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)

Horário: 21h30 (de Brasília) desta terça (12)

Árbitro: Antonio Dib Moraes de Sousa (PB)

Transmissão: Sportv e Premiere