|
  • Bitcoin 118.038
  • Dólar 5,2124
  • Euro 5,3407
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 10/07/2022, 17:44

Cirino e Salustiano vencem no retorno da Copa Truck a Londrina

Foi um fim de semana repleto de emoções para os amantes da velocidade, com ultrapassagens, acidentes, mudanças de posição no fim da corrida.

PUBLICAÇÃO
domingo, 10 de julho de 2022

Vítor Ogawa - Grupo Folha
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

Wellington Cirino (ASG Motorsport, Mercedes #6) e Paulo Salustiano (R9 Competições, Volkswagen #55)  venceram respectivamente a corrida 1 e 2 da prova da Copa Truck realizada neste domingo (10) na 5ª etapa da temporada 2022 da Copa Truck realizada no Autódromo Ayrton Senna, em Londrina. Foi um fim de semana repleto de emoções para os amantes da velocidade, com ultrapassagens, acidentes, mudanças de posição no fim da corrida. A prova é uma das que marca os 30 anos de idade deste palco de competições automobilísticas norte-paranaense. 

Foi um fim de semana repleto de emoções para os amantes da velocidade, com ultrapassagens, acidentes, mudanças de posição no fim da corrida. Foi um fim de semana repleto de emoções para os amantes da velocidade, com ultrapassagens, acidentes, mudanças de posição no fim da corrida.
Foi um fim de semana repleto de emoções para os amantes da velocidade, com ultrapassagens, acidentes, mudanças de posição no fim da corrida. |  Foto: Duda Bairros/Copa Truck
 

Na primeira corrida, dos 25 pilotos, apenas 24 largaram. Com problemas em seu caminhão, Kleber Eletric acabou não largando. Quem se deu melhor foi quem saiu na pole position, o piloto de Francisco Beltrão, Wellington Cirino, que venceu de ponta a ponta, resistindo às investidas de Beto Monteiro, principalmente no final da Reta Oposta, na curva do Bacião. Monteiro acabou sendo punido com drive thru nos boxes de 20 segundos por excesso de notificações e caiu para a 11ª posição. O mau resultado pode não ser tão ruim para Monteiro, já que ele tem a opção de descartar a sua pior prova. Em segundo lugar ficou Roberval Andrade, companheiro de equipe de Cirino. Na terceira posição ficou foi Paulo Salustiano. Quem cativou a torcida foi Débora Rodrigues, de Bela Vista do Paraíso, que pilotou seu caminhão rosa e foi protagonista de disputas de posição emocionantes.

“Foi especial para toda a Copa Truck. Todo esse público maravilhoso, o tempo ajudou a semana inteira e ver esse carinho enorme de todos os torcedores de corrida de caminhões de nível no Brasil me deixou muito contente. O caminhão é sensacional. A gente vem desde os treinos já cuidando dele para usufruir tudo na corrida. Saí com uma vitória e líder do campeonato. Isso é muito bacana para quem quer chegar ao final do ano disputando o campeonato”, declarou Cirino. 

CORRIDA 2 TEM ACIDENTE NA LARGADA

A corrida 2 começou com um acidente na largada. Evandro Camargo largou em segundo ao lado de Jaidson Zini (Mercedes #25), piloto nascido na cidade de Cascavel e que durante um bom tempo ficou baseado em Arapongas. Contudo Camargo perdeu a traseira na entrada da primeira curva, escapou, voltou para a pista e ficou na contramão logo após a descida da Caixa D’Água. Por sorte ele não acertou ninguém, e Zini seguiu na liderança. Cirino bateu de leve em Fabio Fogaça e Paulo Salustiano assumiu a ponta na volta seguinte e manteve a dianteira até o fim da corrida. “Estou muito feliz com essa vitória. Vim de um final de semana muito difícil em Goiânia. A equipe trabalhou maravilhosamente. A gente teve um final de semana bom, competitivo. Na corrida 2 eu fui para cima com tudo. Eu disse que tinha que ser agora. Consegui abrir e administrei no final e trouxemos essa vitória para casa”, afirmou Salustiano. Roberval Andrade cruzou em segundo lugar depois de ter ficado um bom tempo atrás de Adalberto Jardim, mas seu veículo perdeu rendimento e abandonou a prova. Jaidson Zini ainda conseguiu se segurar na terceira posição, e assim como na corrida anterior André Marques também se defendeu de Débora Rodrigues. André foi o quarto, enquanto Débora ficou em quinto.

Cirino, vencedor da primeira prova, teve dificuldades para impôr um bom ritmo e acabou apenas em sétimo, atrás de Felipe Giaffone (Iveco #4), o sexto. Na Super Truck, que reúne os novatos da categoria ou que recém-estrearam, Raphael Abbate, vencedor da Corrida 1, travou um duelo feroz com Felipe Tozzo (Iveco #57), o atual campeão da divisão dos Brutos, durante parte da prova. Na última curva, Tozzo chegou no líder Danilo Alamini, fez a ultrapassagem, mas recebeu punição de 20 segundos e caiu para sexto na Super Truck.

Quem acabou se beneficiando foi José Augusto Dias, o Jô Dias, que venceu a corrida com o seu Volkswagen Meteor #81. Em segundo, chegou Alamini, com Evandro Camargo em terceiro, à frente de Abbate. 

A próxima etapa será nos dias 20 e 21 de agosto, no Autódromo José Carlos Pace, em Interlagos (SP).  (Com informações da Copa Truck)

Classificação do campeonato (Top-10):

1. Wellington Cirino, 164

2. Beto Monteiro, 158 pontos

3. Felipe Giaffone, 144

4. Paulo Salustiano, 138

5. Debora Rodrigues, 127

6. Roberval Andrade, 120

7. Jaidson Zini, 91

8. Adalberto Jardim, 82

9. Luiz Lopes, 82

10. Djalma Fogaça, 46

Receba nossas notícias direto no seu celular. Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1.