Lucilia Okamura
De Londrina
A delegação do Chile, a primeira adversária do Brasil no Pré-Olímpico, desembarcou ontem, às 18h45, em Londrina. A seleção chilena é considerada uma das favoritas para a conquista de uma das duas vagas do Grupo A. Mas, na opinião do técnico Nelson Acosta Lopez, que falou com os jornalistas ainda no aeroporto, não há favoritos neste torneio.
‘‘Teremos um bom espetáculo’’, disse o técnico, referindo-se à partida de estréia do seu time, amanhã, às 21h40, no Estádio do Café. ‘‘Sabemos que vai ser um jogo difícil, mas a equipe está bem preparada’’, acrescentou o atacante Tapia, 22 anos, jogador do Perugia (Itália) e um dos destaques do Chile.
Nelson Acosta aponta, além de Tapia, os jogadores Pizarro (do Udinese, da Itália) e Contrelas (do Mônaco, da França) como sendo os mais experientes da equipe. Ambos já atuaram na seleção principal, ano passado, durante a Copa América, no Paraguai.
No final de semana, os jogadores chilenos haviam ameaçado boicotar o torneio caso não acertassem o valor dos prêmios a serem pagos durante o Pré-Olímpico. Tapia disse que foram realizadas algumas reuniões sobre o assunto e que a crise já foi superada.
Para Nelson Acosta, a diferença entre a exigência dos atletas e dos dirigentes da Associação Nacional de Futebol Profissional era mínima. ‘‘Tudo já foi resolvido’’, afirmou o técnico, que é uruguaio naturalizado chileno. Se os chilenos forem campeões, cada jogador receberá US$ 15 mil. Se forem vice, terão direito a US$ 9 mil. O prêmio será de US$ 6 mil se ficarem em terceiro lugar e de US$ 4 mil se terminarem em quarto.
A delegação chilena foi recepcionada no aeroporto por alguns torcedores. Os irmãos Nicolas (26 anos), Joel (22) e Elias (17) Quezada Burgos, de Arapongas (distante 30 km de Londrina), fizeram muita festa quando a seleção desembarcou, e receberam o cumprimento de alguns atletas.
‘‘Saí do Chile com menos de um ano de idade, mas ainda tenho raízes chilenas’’, justificou Joel Burgos. O caçula Elias Burgos nasceu no Brasil, mas disse que ainda prefere torcer pelo Chile. Eles pretendem assistir ao jogo de estréia e acreditam que a seleção fará uma boa campanha.
Do aeroporto, a delegação do Chile foi direto para o Hotel do Lago, onde está hospedada. Sem dar descanso aos jogadores, Nelson Acosta decidiu realizar um treinamento leve ontem, às 20 horas, no Iate Clube de Londrina. Os jogadores descansam hoje de manhã e vão treinar à tarde (em horário ainda a ser definido) no campo do Complexo Educacional Esportivo do Brasil (PSTC/CEEB), em Cambé.
O técnico disse que já definiu a escalação do time para a jogo de estréia. Ele explicou que sua única dúvida é começar com Alvarez ou Reynero. O Chile deve jogar com Di Gregorio; Alvarez (Reynero), Melendez e Olarra; Contreras, Tello, Maldonado, Ormazabal e Pizarro; Tapia e Navia.Primeiro adversário do Brasil ameaçou boicotar o Pré por causa de dinheiro
Paulo WolfgangO técnico Acosta: espetáculoPaulo WolfgangTapia, a estrela: preparadoPaulo WolfgangIrmão chilenos de Arapongas: torcida contra o Brasil amanhãPaulo WolfgangO desembarque dos chilenos: estréia é amanhã contra o Brasil