Reforço -

Celsinho negocia volta ao Londrina para a sequência da Série C

Meia já treina no clube e deverá ser oficializado como novo reforço alviceleste nos próximos dias

Lucio Flávio Cruz - Grupo Folha
Lucio Flávio Cruz - Grupo Folha

O meia Celsinho está negociando seu retorno ao Londrina. O jogador de 32 anos já treina no CT da SM Sports e deverá ser oficializado como reforço para a sequência da Série C nos próximos dias. O atleta está passando pelas avaliações físicas e médicas antes de assinar contrato.   

Celsinho negocia volta ao Londrina para a sequência da Série C
 

Celsinho retorna ao Londrina depois de três anos. O meia defendeu o Tubarão entre 2013 e 2017 e foi campeão paranaense em 2014 e da Copa da Primeira Liga em 2017. O jogador participou também dos acessos para as séries C e B em 2014 e 2015, respectivamente. Disputou 111 jogos com a camisa alviceleste e marcou 20 gols.


Após deixar o LEC, Celsinho atuou pelo São Bento, Água Santa (SP), Santa Cruz e Vila Nova. Seu último clube foi o time goiano, onde atuou em apenas seis jogos, dos quais foi titular em apenas dois. Disputou a sua última partida oficial em março durante o Campeonato Goiano. 


Celsinho chega para ser mais uma opção para o técnico Alemão no setor de meio-campo. Além de Adenílson, o treinador já testou na armação da equipe nomes como o de Caíque Valdívia, Fábio Matos e Danilo. O Londrina não confirmou a contratação e informou, por meio de uma nota, que o jogador esteve no CT na quarta-feira (14) e que a negociação para efetivar a contratação ainda não foi concluída. 


CONDIÇÃO

A SM Sports ressaltou ainda na nota que a chegada de Celsinho e de outros reforços está condicionada a uma renovação da parceria com o LEC a partir de 2021. "Caso a parceria não seja renovada, a gestão não terá meios de efetivar a contratação desses reforços, já que o contrato atual termina em 31 de dezembro". 


Trajetória

Celsinho chegou ao Londrina no fim de 2012 para a disputa da temporada 2013. O jogador já causou polêmica logo na sua chegada ao descer de helicóptero no gramado do estádio Vitorino Gonçalves Dias. Com passagens discretas pelo futebol da Rússia, Portugal e Romênia, o meia, revelado na Portuguesa, buscava no LEC um novo recomeço na carreira no futebol brasileiro.

 

Em 2014, foi um dos principais jogadores na conquista do título paranaense diante do Maringá. Ao mesmo tempo em que se destacava em campo, o meia se envolvia em atos de indisciplina dentro e fora dos gramados. Chegou até a se desentender de forma ríspida com o gestor Sérgio Malucelli no vestiário do estádio do Café após um jogo pela Série C de 2015. 


Naquele mesmo ano o Tubarão conseguiu voltar para a Série B ao ficar com o vice-campeonato da Série C após perder a final para o Vila Nova. Sem espaço no elenco, Celsinho deixou o LEC antes do término da competição e foi emprestado ao Figueirense e depois ao Paysandu. Retornou ao LEC em 2017, quando foi campeão da Copa da Primeira Liga e participou da Série B daquele ano. 

Leia mais sobre o LEC

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito
Assine e navegue sem anúncios [+]

Últimas notícias

Continue lendo