|
  • Bitcoin 105.795
  • Dólar 5,2368
  • Euro 5,5080
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 08/06/2022, 21:12

Ceará vence com dois de Mendoza, e América-MG perde chance de entrar no G4

PUBLICAÇÃO
quarta-feira, 08 de junho de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O Ceará contou com uma noite inspirada de Mendoza para vencer o América-MG por 2 a 0, nesta quarta-feira (8), no Independência, pela décima rodada do Campeonato Brasileiro. O colombiano marcou duas vezes e chegou à vice-artilharia do torneio nacional, com seis gols, dois a menos que Calleri, do São Paulo.

Com o resultado, o time de Dorival Júnior se afasta da zona de rebaixamento e chega aos com 13 pontos, dois a mais que o primeiro time do Z4. O América-MG, por sua vez, perde a chance de dormir no G4 e cai para sexto, com 14 pontos, podendo perder mais posições até a conclusão da rodada nesta quinta-feira (9).

Na próxima rodada, o América-MG visita o São Paulo, no Morumbi, e o Ceará encara o Goiás, em Goiânia. Os dois jogos serão disputados no domingo (12), às 16h.

América-MG e Ceará fizeram um primeiro tempo movimentado, mas com poucas chances de gol, no Independência. Apesar do equilíbrio, os visitantes conseguiram abrir o placar na etapa inicial em lance de contra-ataque. Aos 21 minutos, Mendoza aproveitou lançamento de Rodrigo Lindoso e deslocou Jailson para fazer 1 a 0.

Jogadores de América-MG e Ceará se desentenderam e bateram boca na saída para os vestiários após o fim da etapa inicial. Apesar da confusão, ninguém foi advertido pela arbitragem.

Antes dos dez minutos do segundo tempo, Mendoza fez mais um para assegurar a vitória do Ceará em Belo Horizonte.

O time de Mancini não conseguiu uma boa apresentação diante de seus torcedores. Pelo contrário. Pouco criou no ataque e sofreu para marcar Mendoza, autor dos dois gols.

O América-MG não perdia no Independência pelo Campeonato Brasileiro havia nove meses. A última derrota em casa na competição nacional foi em 23 de agosto do ano passado, por 2 a 0, para o Red Bull Bragantino.

O Ceará foi armado pelo técnico Dorival Júnior com a proposta de manter a posse de bola e apostar nos contra-ataques. A estratégia deu certo, e o time nordestino conseguiu a importante vitória fora de casa.

AMÉRICA-MG

Jailson, Patric (Raúl Cáceres), Éder e Conti, Marlon; Lucas Kal (Rodriguinho), Juninho e Alê (Henrique Almeida); Felipe Azevedo (Gustavinho), Everaldo e Aloísio (Wellington Paulista). Técnico: Vagner Mancini

CEARÁ

João Ricardo; Nino Paraíba (Iury Castilho), Messias, Lacerda e Victor Luis; Richard Coelho (Geovane), Richardson e Rodrigo Lindoso (Fernando Sobral); Mendoza, Vina (Michel Macedo) e Matheus Peixoto (Cléber). Técnico: Dorival Júnior

Estádio: Independência, em Belo Horizonte (MG)

Árbitro: Douglas Marques das Flores (SP)

Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse e Alex Ang Ribeiro (ambos de SP)

VAR: Ciro Chaban Junqueira (DF)

Cartões amarelos: Felipe Azevedo, Juninho, Henrique Almeida (AME); Nino Paraíba, Rodrigo Lindoso (CEA)

Gols: Mendoza (CEA), aos 21'/1ºT; Mendoza (CEA), aos 9'/2ºT.