|
  • Bitcoin 103.015
  • Dólar 5,3317
  • Euro 5,5605
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 01/06/2022, 15:36

Casemiro vira titular, e Vini é 1ª opção caso Neymar não jogue amistoso (1)

PUBLICAÇÃO
quarta-feira, 01 de junho de 2022

DANILO LAVIERI
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SEUL, COREIA DO SUL (UOL-FOLHAPRESS) - No último treino antes do amistoso contra a Coreia do Sul, Tite promoveu Casemiro à equipe titular da seleção brasileira. O jogador, a princípio, não sairia jogando pela apresentação tardia por causa da final da Liga dos Campeões, mas o técnico contou em coletiva de imprensa nesta quarta-feira (1) que abriu uma exceção para o volante. Ele será escalado no lugar de Bruno Guimarães no jogo desta quinta-feira (2), às 8h.

Essa exceção também pode ser usada para Vini Jr caso Neymar não tenha condições de jogo. O atleta do PSG deixou o gramado reclamando de dores no pé direito, o mesmo que ele já operou uma vez, e será reavaliado amanhã de manhã para ter certeza de suas condições. Se ele não puder entrar em campo, o atleta do Real Madrid é o primeiro da fila, desde que já esteja mais adaptado ao fuso horário e bem fisicamente.

"A minha primeira ideia era não usar nenhum jogador que veio da final, mas a exceção foi feita ao Casemiro em função da conversa que tive com ele, por todos os relatos que a gente teve fisicamente, por ele ter tomado todos os cuidados após o jogos", falou, para depois explicar a situação de substituir o camisa 10.

"Eu penso (para substituir o Neymar) no Coutinho ou no Vini, desde que ele tenha uma resposta boa, que ele durma bem, relate ao departamento médico e fale que está legal e bem. Caso contrário, a gente não vai colocar em risco a saúde, mesmo querendo vencer", ponderou.

Questionado se o jogador do Real era a primeira opção, ele confirmou: "Sim, é a primeira opção, até pela coerência com o último jogo dele".

Weverton também foi confirmado como o substituto de Ederson, que teve lesão na coxa esquerda. Com isso, o time deve ser o seguinte: Weverton; Daniel Alves, Thiago Silva, Marquinhos e Alex Sandro; Casemiro, Fred e Lucas Paquetá; Neymar (Vini Jr ou Coutinho), Richarlison e Raphinha.

A Coreia do Sul, por sua vez, comandada pelo técnico Paulo Bento, deve ir a campo com: Kim seung kyu; Kim Jin Su; Lee Yong, Kim Young Kwon e Kwon Kyung Hyen; Jung Woo Young, Baek Seung Ho, Hawng Hee Chan, Son Heung Min e Hwang In Bum; Hawng Eui Jo.

Depois de enfrentar a Coreia do Sul, o Brasil viaja para Tóquio para enfrentar o Japão no próximo dia 6 de junho, na penúltima reunião antes da Copa do Mundo.

Estádio: World Cup Stadium, em Seul (Coreia do Sul)

Horário: Às 8h (de Brasília) desta quinta-feira (2)

Árbitro: Ryuji Sato (Japão)

Transmissão: TV Globo e SporTV