Após dois anos de convivência com Wanderley Luxemburgo na Seleção Brasileira, o técnico Candinho, ao assumir o Corinthians ontem, em meio à crise pela qual o time passa na Copa João Havelange, resolveu trocar o estilo ‘‘light’’ pelo método linha-dura. No primeiro dia de trabalho, ele dobrou o período de treino (seria só pela manhã, mas os jogadores foram convocados para treinar também à tarde), proibiu o fumo ao redor do campo e exigiu que a grama do Parque São Jorge fosse aparada imediatamente. Os recentes reforços que estão fora de forma, como o volante Rogério, o zagueiro Scheidt e o meia Assis, foram colocados para treinar separadamente, sob o comando do preparador físico Antônio Mello, que voltou ao clube por exigência de Candinho.