|
  • Bitcoin 151.641
  • Dólar 5,0617
  • Euro 5,2708
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 16/04/2022, 10:48

Camacho perde espaço após reforços e vive pior sequência no Santos

PUBLICAÇÃO
sábado, 16 de abril de 2022

LUCAS MUSETTI PERAZOLLI
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SANTOS, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Presença frequente no time do Santos desde 2021, o volante Camacho perdeu espaço sob o comando do técnico Fabián Bustos após reforços para o meio-campo e a intertemporada no CT Rei Pelé depois da eliminação na primeira fase do Campeonato Paulista.

Com o jogador novamente entre os reservas, o Santos volta a campo para enfrentar o Coritiba neste domingo (17), às 11h (de Brasília), na Vila Belmiro, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro.

Camacho foi titular em três dos quatro jogos de Bustos antes do período de duas semanas livres para treinamentos. Com Fabio Carille e o auxiliar Marcelo Fernandes, foi escalado no 11 inicial em oito das nove partidas e só ficou fora quando esteve suspenso.

Antes titular quase que absoluto, Camacho agora amarga sua pior sequência no Santos. No clube desde junho do ano passado, o meio-campista de 32 anos nunca ficou três jogos consecutivos sem ser utilizado.

Com a titularidade dos volantes recém-chegados Willian Maranhão e Rodrigo Fernández, Camacho nem saiu do banco de reservas contra Banfield (ARG), Fluminense e Universidad Católica (EQU).

O UOL Esporte apurou que Fabián Bustos prioriza o equilíbrio defensivo neste momento e sente a necessidade de uma equipe mais combativa, com mais desarmes e atenção na segunda bola. O técnico argentino entende que Camacho é mais técnico e tem melhor passe que Maranhão e Fernández, mas peca nessa "pegada" no meio-campo.

Willian Maranhão e Rodrigo Fernández são os atuais titulares e Vinicius Zanocelo é a alternativa imediata. Além de Camacho, Sandry tem sido menos acionado. Vinicius Balieiro corre por fora e também está em baixa.

O contrato de Camacho termina em dezembro deste ano e não há qualquer movimentação pela renovação até o momento. O volante rescindiu com o Corinthians para reforçar o Santos a pedido do ex-técnico Fernando Diniz.

Para o duelo deste domingo, Bustos está em dúvida entre Willian Maranhão e Vinicius Zanocelo e quebra a cabeça para definir o esquema tático e formar o quarteto ofensivo: Jhojan Julio, Lucas Braga, Gabriel Pirani, Ricardo Goulart, Bryan Angulo, Léo Baptistão, Marcos Leonardo, Lucas Barbosa e Ângelo disputam quatro vagas.

Assim, um provável Santos tem: João Paulo; Madson, Maicon, Eduardo Bauermann e Lucas Pires; Rodrigo Fernández, Willian Maranhão (Vinícius Zanocelo) e Ricardo Goulart; Ângelo (Lucas Braga), Marcos Leonardo e Jhojan Julio.

No Coritiba, o principal desfalque será o lateral direito Warley, que sente dores na parte posterior da coxa. No mais, o técnico Gustavo Morínigo deve repetir a escalação que venceu o Goiás por 3 a 0 na estreia do clube paranaense no Campeonato Brasileiro.

Logo, o Coritiba deve ir a campo com: Alex Muralha; Matheus Alexandre (Guillermo), Henrique, Luciano Castán e Egídio; Willian Farias, Andrey e Thonny Anderson; Igor Paixão, Alef Manga e Léo Gamalho.

Estádio: Vila Belmiro, em Santos (SP)

Horário: 11h (de Brasília) deste domingo (17)

Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)

Transmissão: TNT/EI Plus e Premiere