|
  • Bitcoin 144.983
  • Dólar 4,8801
  • Euro 5,1549
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 18/04/2022, 10:26

Bustos elogia 'extraordinário' Ângelo e quer sequência como titular

PUBLICAÇÃO
segunda-feira, 18 de abril de 2022

EDER TRASKINI
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SANTOS, SP (UOL-FOLHAPRESS) - Dribles curtos, passes, lançamentos precisos e até finalização bonita de fora da área. O atacante Ângelo relembrou a qualquer um que possa ter esquecido que é o novo projeto de raio da Vila Belmiro. Durante a vitória deste domingo (17) por 2 a 1 sobre o Coritiba, o atacante de apenas 17 anos comandou o Santos na primeira etapa e encheu os olhos do técnico Fabián Bustos.

O argentino quer ter Ângelo como titular mais vezes e lembrou que o jovem vem de lesão, por isso a queda no desempenho na segunda etapa.

"Cada vez que Ângelo esteve 100% foi titular. É um jogador que gosto. Há muitos jogadores bons, alguns têm mais talentos que outros, caso de Ângelo. O treinador tem que tentar. Às vezes se prioriza o tático. Ângelo vem de uma lesão, fez um primeiro tempo extraordinário, gerou jogo, rematou para o gol, se habilitou a jogar, deu assistências. Espero que siga assim, e se seguir terá mais chances de ser titular", afirmou Bustos.

De fato, Ângelo sofreu com lesões neste ano. Dos 18 jogos da temporada, Ângelo participou de 14, mas os números totais podem enganar. Lesões quebraram sua sequência inicial e, depois, a saída de Carille atrapalhou o período em que esteve totalmente à disposição do Peixe.

Ângelo foi reserva na estreia e, a partir daí, emendou quatro jogos como titular antes da primeira lesão. Diante do São Bernardo, Ângelo sofreu um entorse no tornozelo esquerdo, no dia 10 de fevereiro. O problema interrompeu sua sequência e fez com que o atacante perdesse o jogo contra o Ituano. Ele retornou uma semana depois e foi titular na derrota para o Mirassol que derrubou o técnico Fábio Carille.

Titular nas três partidas com Marcelo Fernandes, foi mantido na equipe por Bustos contra Fluminense (PI) e Palmeiras, atingindo sua maior sequência na temporada: seis jogos. Se tornou reserva conta a Ferroviária, entrou vindo do banco e se machucou.

Exames identificaram uma lesão no músculo bíceps femoral, que fez com que Ângelo perdesse três jogos e ficasse quase um mês afastado dos gramados. Quando retornou aos treinos, chegou a sentir novamente um entorse, mas foi só o susto.

Reserva contra a Universidad Catolica (EQU), iniciou seu primeiro jogo desde 13 de março e fez, talvez, sua melhor atuação como profissional do Peixe. Com apenas um gol e uma assistência na temporada, Ângelo demonstrou que tem futebol para ampliar e muito esses números em 2022.