|
  • Bitcoin 100.015
  • Dólar 5,2000
  • Euro 5,4447
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 06/03/2022, 17:13

Briga de torcidas deixa feridos antes do clássico entre Atlético-MG e Cruzeiro

PUBLICAÇÃO
domingo, 06 de março de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Pelo menos duas pessoas ficaram feridas em uma briga generalizada entre torcedores de Atlético-MG e Cruzeiro, em Belo Horizonte (MG), horas antes do clássico mineiro. As equipes se enfrentam neste domingo (6), às 18h, pelo campeonato estadual.

De acordo com a Polícia Militar, o confronto aconteceu no bairro Boa Vista, na região leste da capital mineira, tradicional ponto de encontro da maior torcida organizada do clube alvinegro.

A corporação ainda não informa detalhes da ocorrência, mas confirma que pelo menos um homem foi socorrido na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) mais próxima do local.

Posteriormente, ele foi encaminhado para o Hospital João 23, principal referência dos atendimentos de urgência e emergência em Belo Horizonte. O hospital não revela o estado de saúde do rapaz.

Num primeiro momento, a polícia chegou a divulgar a morte de uma pessoa, mas corrigiu a informação posteriormente: ela teve uma parada cardíaca e foi reanimada.

Segundo relatos de vizinhos obtidos por veículos de imprensa locais, trata-se de um torcedor envolvido na briga, que teria sido baleado no abdômen ou no tórax.

Ainda de acordo com testemunhas, o outro ferido é um motociclista que passava pelo local, sem participação no confronto. Ele teria sido baleado no ombro.

Vídeos publicados nas redes sociais mostram dezenas de pessoas correndo, atirando pedras, pedaços de madeira e até uma cadeira em direção a rivais. Ao fundo, é possível ouvir o som de rojões e, possivelmente, tiros.

Uma das filmagens capta o momento em que quatro pessoas carregam um homem baleado, enquanto outros pedem que alguém consiga um veículo para levá-lo ao hospital. "Pega o carro, o cara vai morrer", grita um deles.

A Polícia Militar de Minas Gerais ainda não encerrou a ocorrência e não informa se algum suspeito foi preso.

Até esta publicação, Atlético e Cruzeiro não haviam se manifestado sobre o ocorrido.