São Paulo, 26 (AE) - Muitos torcedores começaram a deixar o Autódromo de Interlagos após a saída de Rubens Barrichello na 28ª volta do GP Brasil de F-1. Para o consultor Roberto Heil, por exemplo, "sem Barrichello a corrida não tem mais graça". Os que permaneceram acompanhando a corrida passaram a torcer por Michael Schumacher. A torcida vibra a cada volta que o alemão passa em primeiro lugar.