São Caetano do Sul, 07 (AE) - A Argentina deixou de lado o clima de rivalidade contra o Brasil no vôlei masculino e adotou uma inesperada postura de humildade para o jogo deste domingo entre as duas equipes, pela última rodada do Torneio Pré-Olímpico de Vôlei. A tradição dos portenhos de evitar uma posição de inferioridade ao enfrentar os brasileiros em quadra foi substituída por cautela.
Nem mesmo todos os problemas na equipe brasileira a dispensa de Nalbert e os casos de contusão de Giba, Gustavo e Max foram suficientes para diminuir a preocupação do técnico argentino Carlos Getzelevich no que diz respeito ao jogo. Para o treinador
a equipe comandada por Radamés Lattari é favorita. "O Brasil tem um conjunto poderoso, e ganhar aqui, contra a torcida, é muito difícil", avalia.
Para o treinador, o País tem história no vôlei e sair de São Caetano do Sul classificado para os Jogos de Sydney é "um grande sonho" para a equipe argentina. "Vamos com toda a vontade, porque sabemos que é difícil, mas não impossível sair com a vitória." Na história das olimpíadas, o Brasil jamais perdeu a chance de conseguir a vaga para os Jogos no Pré-Olímpico e desde que o técnico Radamés Lattari assumiu o time, o País jamais perdeu para o time portenho nos 17 jogos disputados.
O levantador Weber dá uma pista sobre os motivos que levam a Argentina a evitar uma postura mais agressiva com relação ao Brasil. "Duvido que eles jogarão sem os titulares estou certo de que o Gustavo, o Max e o Giba vão estar em quadra contra a gente." O atacante Milinkovic diz que mesmo que Radamés não possa contar com a maioria dos titulares da Copa do Mundo, o Brasil não deve cair de produção. "Se eles não tem o Nalbert, tem o Carlão, se não podem contar com o Gustavo tem o André, se o Max não joga entra o Negrão, de maneira que o time não perde força", diz.
Getzelevich manteve o discurso de Milinkovic, ressaltando a quantidade de atletas disponíveis no Brasil. "O técnico brasileiro pode montar até duas seleções com os jogadores que têm", diz. Na fase de preparação, o treinador argentino deve contar com todos os jogadores que estiveram na fase de preparação, inclusive Weber, que voltou da Copa do Mundo com uma contusão nas costas. "Prefiro esperar para saber quem deverá jogar no Brasil antes de falar sobre a escalação do meu time." Na preliminar do jogo do Brasil, Venezuela e Colômbia jogam às 8 horas.
Europa Neste domingo, também será definido mais um time classificado para os Jogos de Sydney. O Torneio Pré-Olímpico Europeu terá quatro jogos em Katowice, Polônia. A República Checa enfrenta a Letônia, a Iugoslávia pega a Polônia e a Holanda joga contra a Bulgária.