|
  • Bitcoin 123.819
  • Dólar 5,1245
  • Euro 5,2228
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 09/03/2022, 22:32

Benzema marca três gols em 17 minutos, e Real elimina PSG da Liga dos Campeões

PUBLICAÇÃO
quarta-feira, 09 de março de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Paris Saint-Germain, de Messi, Mbappé e Neymar, parecia estar com a classificação às quartas de final da Liga dos Campeões encaminhada. Aí, Benzema marcou três gols, definindo a vitória por 3 a 1 do Real Madrid, que sobreviveu ao duelo de alto nível no principal torneio europeu.

O PSG havia vencido o jogo de ida por 1 a 0, em Paris, e saiu na frente em Madri, com Mbappé. Mas foi outro atacante francês que decidiu o confronto, colocando três bolas na rede em sequência, em 17 minutos, no segundo tempo.

Foi uma partida de oportunidades para os dois lados. Precisando ir ao ataque, o Real ofereceu o contragolpe aos visitantes, que usaram a velocidade de Mbappé para abrir o placar. Aos 39 minutos, ele recebeu bom lançamento de Neymar, invadiu a área e marcou.

O camisa 7, em boa jornada, já tinha ido à rede uma vez, em lance anulado por impedimento. Na etapa final, teve outro tento anulado pelo mesmo motivo. Para azar do PSG, os três gols de Benzema valeram.

Aos 16, o centroavante apertou o goleiro Donnarumma, que se atrapalhou na saída de bola. Ela ficou com o brasileiro Vinicius Junior, que tocou para o próprio Benzema empatar, usando o pé direito.

Ele utilizou o mesmo pé aos 31, em ataque do Real iniciado em erro de passe de Neymar. Vinicius Junior invadiu a área em velocidade e precisou recuar. Coube a Modric achar Benzema na cara do gol para a virada.

Naquele momento, como não há mais o critério dos gols marcados fora de casa como desempate, o placar indicava a necessidade de prorrogação. Mas os donos da casa apertaram. Marquinhos tentou desarmar Vinicius Junior e acabou oferecendo mais um gol a Benzema, aos 33.

Em melhores condições físicas, o Real Madrid se manteve no campo de ataque e quase estabeleceu uma goleada. Messi e Mbappé até tentaram o gol nos instantes finais, porém não evitaram a eliminação.

Foi o quinto fracasso de Neymar na Liga dos Campeões desde a chegada ao Paris Saint-Germain, em 2017. Contratado para dar ao clube seu primeiro título na competição, ele teve um vice-campeonato, em 2020, como melhor resultado.

Já o Real Madrid, impressionantes 13 vezes campeão do torneio, está vivo na luta pelo 14º. E agora tem novo nome na lista de seus três maiores artilheiros. Com os três gols sobre o PSG, Benzema chegou a 309 pelo clube, ultrapassando o ídolo histórico Alfredo Di Stéfano. Só Cristiano Ronaldo (450) e Raúl (323) estão à frente.

Após a derrota do time francês, o presidente do clube, Nasser Al Khelaifi tentou invadir o vestiário do trio de arbitragem, de acordo com o canal Movistar Plus. O brasileiro Leonardo, diretor esportivo da equipe de Paris, também estava junto com o mandatário e ambos precisaram ser contidos.

Ainda de acordo com o canal, Khelaifi estava inconformado com o lance que originou o primeiro gol do Real Madrid, pois acredita que o goleiro Donnarumma teria sofrido uma falta na jogada. Um funcionário do time espanhol que filmava a postura do dirigente foi ameaçado por ele.

"Eu vou te matar", teria dito Al Khelaifi, de acordo com a rádio "Cope", antes de ser retirado do local.

MANCHESTER CITY TREINA E AVANÇA

A outra partida de quarta na Liga dos Campeões foi disputada em ritmo de treino. Depois de ter vencido o jogo de ida por 5 a 0 em Portugal, o Manchester City poupou titulares e chegou a substituir o goleiro na partida de volta, na Inglaterra.

O resultado foi um 0 a 0 e a confirmação da classificação dos comandados de Guardiola. O time dirigido pelo catalão e o Real se juntaram ao Bayern e ao Liverpool, que haviam avançado na última terça.

Os outros quadrifinalistas serão definidos na próxima semana. Na terça (15), haverá Manchester United x Atlético de Madrid (1 a 1 na Espanha) e Ajax x Benfica (2 a 2 em Portugal). Na quarta (16), os jogos serão Juventus x Villarreal (1 a 1 na Espanha) e Lille x Chelsea (2 a 0 para o Chelsea na Inglaterra).