|
  • Bitcoin 125.527
  • Dólar 5,0741
  • Euro 5,2058
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 09/03/2022, 19:07

Benzema marca três gols em 17 minutos, e Real elimina PSG da Champions

PUBLICAÇÃO
quarta-feira, 09 de março de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Paris Saint-Germain, de Messi, Mbappé e Neymar, parecia estar com a classificação às quartas de final da Champions League encaminhada. Aí, Benzema marcou três gols, definindo a vitória por 3 a 1 do Real Madrid, que sobreviveu ao duelo de alto nível no principal torneio europeu.

O PSG havia vencido o jogo de ida por 1 a 0, em Paris, e saiu na frente em Madri, com Mbappé. Mas foi outro atacante francês que decidiu o confronto, colocando três bolas na rede em sequência, em 17 minutos, no segundo tempo.

Foi uma partida de oportunidades para os dois lados. Precisando ir ao ataque, o Real ofereceu o contragolpe aos visitantes, que usaram a velocidade de Mbappé para abrir o placar. Aos 39 minutos, ele recebeu bom lançamento de Neymar, invadiu a área e marcou.

O camisa 7, em boa jornada, já tinha ido à rede uma vez, em lance anulado por impedimento. Na etapa final, teve outro tento anulado pelo mesmo motivo. Para azar do PSG, os três gols de Benzema valeram.

Aos 16, o centroavante apertou o goleiro Donnarumma, que se atrapalhou na saída de bola. Ela ficou com o brasileiro Vinicius Junior, que tocou para o próprio Benzema empatar, usando o pé direito.

Ele utilizou o mesmo pé aos 31, em ataque do Real iniciado em erro de passe de Neymar. Vinicius Junior invadiu a área em velocidade e precisou recuar. Coube a Modric achar Benzema na cara do gol para a virada.

Naquele momento, como não há mais o critério dos gols marcados fora de casa como desempate, o placar indicava a necessidade de prorrogação. Mas os donos da casa apertaram. Marquinhos tentou desarmar Vinicius Junior e acabou oferecendo mais um gol a Benzema, aos 33.

Em melhores condições físicas, o Real Madrid se manteve no campo de ataque e quase estabeleceu uma goleada. Messi e Mbappé até tentaram o gol nos instantes finais, porém não evitaram a eliminação.