São Paulo, 1 (AE) - O presidente do São Paulo, José Augusto Bastos Neto, prometeu hoje "afastamento físico" do clube caso o Grupo Tradição perca as eleições marcadas para abril. "Passarei a ser somente sócio-torcedor, daí poderei xingar jogadores e a nova diretoria", afirmou. Bastos Neto disse que existe uma comissão de ex-presidentes do São Paulo denominada "cardeais" que sempre dão um palpite ao novo presidente que assume o cargo. "Se for solicitado darei o meu com prazer, mas é certo de que o meu convívio com os próximos conselheiros e diretores deve acabar". Ele adiantou ainda que o São Paulo vai contratar dois jogadores para reforçar a equipe no Paulistão 2000. "Precisamos de um zagueiro e de um atacante, mas não temos nomes certos e tampouco pressa para isso", disse. Djalminha: um sonho santista para o 2º semestre Por Daniel Biasetto São Paulo, 1 (AE) - Após muitas especulações de que o meia Djalminha, do Deportivo La Coruña, seria o novo reforço santista para o Campeonato Paulista, o presidente do Santos, Marcelo Teixeira, disse hoje que o jogador será sondado e pode chegar ao clube no 2º semestre. Teixeira não deixou esconder que o talentoso jogador é um sonho pessoal. "Devo confessar que insistimos muito nele não foi à toa, e faremos de tudo para tê-lo após o campeonato regional. Ele ainda vestirá a camisa 10", disse. A multa do meia por rescisão de contrato está estipulada em US$ 100 milhões. O jogador vem apresentando um ótimo desempenho no Campeonato Espanhol, marcando gols e armando as principais jogadas do La Corunã, líder da competição. Teixeira confirmou também que a chegada do goleiro Fábio Costa, do Vitória e da Seleção Brasileira Sub-23, deve acontecer até o final de semana. Rincón ainda gera rusgas entre Teixeira e Dualib Por Daniel Biasetto São Paulo, 1 (AE) - A polêmica transferência de Rincón, do Corinthians para o Santos, quebrando contrato com o primeiro, deixou um clima nada amigável entre os presidentes dos dois clubes. Alberto Dualib e Marcelo Teixeira. Hoje, quando ambos se encontraram no lançamento do Campeonato Paulista 2000, discretamente se olharam e tampouco se falaram. Para Teixeira tudo parece resolvido. "Não tenho nada contra ele (Dualib) e se ele achar que está no seu direito de tentar reaver o jogador tudo bem", disse o dirigente santista. Já Dualib não tem a mesma política e parece não gostar muito quando o assunto é o jogador colombiano. "Eu não tenho nada para falar com dirigentes do Santos até porque eles estão no litoral e nós na cidade. Quanto ao Rincón isso é assunto para o Departamento Jurídico do Corinthians", desconversou. Farah defende o fim da barreira Por Daniel Biasetto
São Paulo, 1 (AE) - A fórmula deu certo e o presidente da Federação Paulista de Futebol, Eduardo José Farah, não esconde: o Campeonato Paulista continuará, na segunda fase, com o sistema de dois árbitros em campo e com o mesmo sistema de dois cartões amarelos para punir com suspensão o jogador infrator. "Só obtivemos razões positivas para continuar com a fórmula. Reduziu a indisciplina, diminui os cartões, tivemos menos faltas e, consequentemente, mais gols", comemorou. Farah aproveitou o sucesso da nova regra para criticar um bastante antiga, a barreira. Farah afirmou que irá combater de todas as maneiras, junto à Fifa e às federações para que seja extinta a barreira. "A regra diz: tiro livre direto. Aí o juiz conta 9m15 e põe 10 jogadores na frente, isso não pode ser mais assim", declarou. Mustafá nega interesse da ISL Por Daniel Biasetto
São Paulo, 1 (AE) - O presidente do Palmeiras, Mustafá Contursi, negou hoje o interesse da ISL para ser parceira do clube, no lugar da Parmalat. Ele diz, inclusive, desconhecer os rumores da saída da multinacional italiana. "Nos damos muito bem com a Parmalat. É um ótimo patrocinador e tem um nome forte. Não sei de suas pretensões de deixar o Palmeiras e também não fomos contactadas pela ISL e por nenhuma outra empresa", disse.