São Paulo, 07 (AE) - O Campeonato Nacional Feminino de Basquete terá seu início adiado. Prevista para começar no dia 26
a competição só deverá ter a primeira rodada entre os dias 17 e 20 de março. A mudança foi definida hoje, durante uma reunião entre representantes da Confederação Brasileira de Basquete (CBB) e dos clubes na Capital.
Segundo a CBB, a alteração atendeu um pedido das equipes, que precisavam de mais tempo para dar descanso às jogadoras que participaram dos torneios regionais. Indiretamente, a troca de calendário facilitaria o trabalho da seleção brasileira, que fará amistosos de preparação para a Olimpíada no mesmo intervalo. No dia 26 será realizado um torneio amistoso de abertura, com sede em Blumenau e Recife, contando com equipes que estarão no Nacional.
Paralelamente, o adiamento dará mais tempo para alguns clubes negociarem os contratos de patrocínio. A equipe de Campinas, por exemplo, tem contrato com a Refinações de Milho Brasil até o dia 28 e ainda está negociando a renovação do acordo. O time depende da assinatura do documento para confirmar sua participação no Nacional e também a contratação das jogadoras e do técnico Antônio Carlos Barbosa.
"Para nós este tempo extra foi um alívio", disse o gerente esportivo da equipe, Uiles Mazzola.
O Nacional será disputado nos mesmos moldes do torneio masculino, similar à NBA. O jogo será dividido em quatro tempos de dez minutos, com intervalo de dois minutos no fim do primeiro e terceiro tempos e dez minutos na metade do jogo. As novas regras já estão em vigor no Nacional Masculino, com bons resultados nas primeiras rodadas.
Rodada - As duas equipes patrocinadas pelo Vasco enfrentam-se amanhã, na única partida da rodada do Nacional Masculino. Vasco e Vasco/Barueri jogam às 20 horas, no Rio. O time carioca, comandado por Hélio Rubens Garcia, está invicto na competição e prepara-se para disputar a Liga Sul-Americana. O Barueri vem motivado pela difícil vitória sobre o Mogi/Valtra por 102 a 101 (46 a 55), depois de duas prorrogações.