|
  • Bitcoin 121.259
  • Dólar 5,0515
  • Euro 5,2137
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 08/03/2022, 23:40

Barcelona-EQU perde pênalti e América-MG garante empate na Libertadores

PUBLICAÇÃO
terça-feira, 08 de março de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - América-MG e Barcelona-EQU empataram em 0 a 0 em um confronto de poucas chances nesta terça-feira (8), na Arena Independência. Aos 45 do segundo tempo, Garcés teve a chance de dar a vitória aos equatorianos em uma cobrança de pênalti, mas bateu para fora e deus números finais ao jogo, válido pela terceira fase da Libertadores.

O confronto de volta entre os clubes acontece na próxima terça (15), às 21h30, no Monumental de Barcelona. Quem vencer se classifica e, caso haja um novo empate, a decisão da vaga irá para os pênaltis.

Antes disso, o Coelho volta suas atenções para o Campeonato Mineiro. Precisando vencer para ainda ter chance de chegar ao mata-mata, o time visita o Uberaba no Parque do Sabiá no sábado (12), às 19h, pela décima rodada.

Depois de um início morno, o Barcelona começou a crescer na partida aos 19 minutos, quando Rodríguez, sozinho dentro da área, cabeceou para fora. Oito minutos depois, foi a vez de Perlaza levar perigo em batida cruzada pela esquerda.

A grande oportunidade da primeira etapa veio dos pés de Mastriani, Ele aproveitou o cruzamento de Preciado e chutou firme no canto esquerdo, obrigando o goleiro Jailson a espalmar para fora. O arqueiro também mostrou serviço aos 41, em outro cruzamento de Preciado para Mastriani, desta vez pelo alto.

O chute mais perigoso do América-MG no primeiro tempo foi com Wellington Paulista, aos 37. Patric cruzou, Juninho não dominou e o centroavante chegou batendo, mas mandou no meio do gol e Burrai segurou em dois tempos.

Mais ligado, o América-MG pressionou mais o rival, entretanto seguiu com problemas para entrar na área. As bolas cruzadas por Patric foram uma alternativa muito utilizada, mas não surtiu efeito positivo para o Coelho.

Aos poucos, o Barcelona-EQU conseguia escapar e tirar os jogadores do Coelho de seu campo de defesa. Aos 23, o técnico Jorge Célico, substituto de Bustos, fez suas últimas três alterações e melhorou sua equipe, que teve um pênalti desperdiçado no final.

Depois da cobrança de Garcés para fora, Iago Maidana ajeitou de cabeça após bate e rebate dentro da área e Felipe Azevedo bateu de trás. Burrai fez uma grande defesa, na única vez em que foi exigido na segunda etapa.

AMÉRICA-MG

Jailson; Patric, Iago Maidana, Éder e Marlon; Lucas Kal, Juninho e Alê (Índio Ramirez); Everaldo (Matheusinho), Pedrinho (Felipe Azevedo) e Wellington Paulista. T.: Marquinhos Santos.

BARCELONA-EQU

Burrai; Velasco, Aimar, Rodríguez e Leonel Quiñónez; Piñatares, Leonai Souza (Carcelén) e Preciado (Molina); Perlaza (Penilla), Martínez e Mastriani (Garcés). T.: Jorge Célico.

Estádio: Arena Independência, em Belo Horizonte (MG)

Árbitro: Dario Herrera (ARG)

Assistentes: Juan Belatti (ARG) e Diego Bonfa (ARG)

Cartões amarelos: Patric, Jailson (AMG); Leonai, Preciado, Piñatares, Dario Aimar (BAR)