Ed Carlos Rocha
De Curitiba
A diretoria do Atlético está avisando: quem quiser contratar o meia Adriano pode ir preparando mais de US$ 10 milhões. A informação foi dada ontem pelo diretor Samir Haidar, numa resposta às dezenas, segundo ele, de consultas de times do Brasil e do exterior para levar o meia. O jogador teve o seu passe ainda mais valorizado com a convocação para a Seleção Brasileira que vai disputar o Pré-Olímpico em Londrina.
Além de querer ter bom retorno com o jogador, o Atlético, ao estipular um preço alto, segundo Haidar, estaria pensando principalmente em não se desfazer do atleta. ‘‘Temos quatro competições importantíssimas pela frente e contamos muito com o Adriano no grupo’’, disse ele.
E não é só manter o jogador que preocupa a diretoria. Com a saída de alguns titulares, como Alberto, Axel, Fabiano e Sandoval, o clube quer repor as peças e por isso está atrás de reforços. Até agora, no entanto, apenas o atacante Gauchinho foi contratado. Um lateral-esquerdo, um meia e mais um atacante, pelo menos, estão nos planos do Rubro-Negro.
Enquanto isso, a diretoria tenta também acertar a renovação de contrato dos que ficaram. O goleiro Flávio, os laterais Luisinho Netto e Vanin, o zagueiro Reginaldo e o volante Marcus Vinicius estão entre os que deverão renovar ainda essa semana. O volante Renato Cleonício foi emprestado ao Botafogo (RJ) por seis meses. O atacante Clóvis Cruz está indo para o interior paulista.
O time deverá começar a treinar com bola ainda essa semana. Por enquanto, os jogadores continuam fazendo exames de resistência muscular e física.