|
  • Bitcoin 121.615
  • Dólar 5,0547
  • Euro 5,2170
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 06/03/2022, 20:09

Atlético-MG vira o clássico no fim e derrota o Cruzeiro por 2 a 1

PUBLICAÇÃO
domingo, 06 de março de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Aos 24 minutos do segundo tempo o Cruzeiro fez 1 a 0 no Atlético-MG e trouxe a lembrança do clássico de 2021, quando a Raposa bateu o favorito Galo. Mas em 2022 foi muito diferente. O time alvinegro teve força para virar e venceu por 2 a 1.

Quem foi bem: Vitor Roque

Com 17 anos completados no início da semana, o garoto Vitor Roque não sentiu o primeiro clássico que disputou. Primeiro como segundo atacante, Roque deu trabalho para Arana. Depois, como centroavante, marcou o gol cruzeirense.

Quem foi mal: Godín

O começo da história de Godín pelo Atlético é preocupante. Depois de ir muito mal contra o Flamengo, na Supercopa do Brasil, o zagueiro veterano teve desempenho abaixo diante do Cruzeiro. Dificuldade nos combates e na saída de bola.

Jogo do Atlético: abusou da ligação direta

Não há dúvidas de que o Atlético é superior tecnicamente ao Cruzeiro, mas em campo o time alvinegro não foi capaz de tirar proveito dessa vantagem. Ao abusar das bolas longas, o Galo igualou o jogo e fez exatamente o que desejava a Raposa.

Jogo do Cruzeiro: não se escondeu do jogo

Antes do clássico, existia a dúvida se o Cruzeiro adotaria o estilo ofensivo diante do Atlético. E foi o que a Raposa fez. Apesar da qualidade do adversário, em nenhum momento a equipe estrelada deixou de tentar jogar.

Hulk perde gol sem goleiro

Aos 3 minutos de jogo, o Atlético teve uma chance clara para abrir o placar. O goleiro Rafael Cabral errou um passe e a bola ficou com Hulk. Depois de passar pelo arqueiro do Cruzeiro, o artilheiro do Galo chutou para fora.

Ronaldo posa para fotos com atleticanos

Dono do Cruzeiro, Ronaldo acompanhou o clássico em um dos camarotes do Mineirão. No intervalo da partida, o Fenômeno foi procurado por torcedores do Atlético. O pedido era um só: tirar uma foto.

Edu saiu de ambulância

Um lance aos 9 minutos do segundo tempo gerou preocupação de todos. O goleiro Everson, do Atlético, e o atacante Edu, do Cruzeiro, se chocaram. Pior para o cruzeirense, que deixou o gramado numa ambulância e foi levado para o hospital.

Hulk não desistiu

Depois de perder um gol sem goleiro e acertar o travessão em outro lance, Hulk fez o primeiro gol dele diante do Cruzeiro. O camisa 7 sofreu pênalti e ele mesmo cobrou.

Atlético-MG: Everson; Mariano (Guga, aos 33 do 1º), Nathan Silva, Godín e Arana; Allan, Jair e Nacho Fernández; Savarino (Vargas, aos 19 do 2º), Keno (Ademir, aos 19 do 2º) e Hulk. Técnico: Turco Mohamed.

Cruzeiro: Rafael Cabra, Rômulo, Eduardo Brock, Oliveira e Rafael Santos; Willian Oliveira, Pedro Castro (Machado, aos 26 do 2º), Fernando Canesin (Geovane Jesus, aos 41 do 2º) e Daniel Júnior (João Paulo, aos 26 do 2º); Vitor Roque (Matheus Bidu, aos 41 do 2º) e Edu (Bruno José, aos 13 do 2º). Técnico: Martin Varini.

FICHA TÉCNICA

Atlético-MG 2 x 1 Cruzeiro

Data: 06/03/2022

Local: Estádio Mineirão, Belo Horizonte (MG)

Hora: 18h (de Brasília)

Árbitro: Igor Junio Benevenutto

Auxiliares: Guilherme Dias Camilo e Celso Luiz da Silva..

VAR: não tem

Cartões amarelos: Arana, Guga, Hulk e Allan (CAM); Willian Oliveira, Vitor Roque e Rafael Oliveira (CRU)

Gol: Vitor Roque aos 24', Hulk aos 40' e Jair aos 52' minutos do segundo tempo