|
  • Bitcoin 124.917
  • Dólar 5,0741
  • Euro 5,2058
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 04/03/2022, 22:46

Atlético-MG impõe vitória sobre Cruzeiro como uma das grandes metas em 2022

PUBLICAÇÃO
sexta-feira, 04 de março de 2022

VICTOR MARTINS
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

BELO HORIZONTE, MG (UOL/FOLHAPRESS) - Vencer o Campeonato Brasileiro era a principal meta do Atlético-MG em 2021. Perto de completar 50 anos de jejum na maior competição do país, a diretoria mirou o principal campeonato do país, mas não deixou outros objetivos de lado. Tanto que o time alvinegro brigou pelo título da Copa Libertadores e venceu o Mineiro e a Copa do Brasil. Para 2022, o principal desafio é voltar a conquistar a América, seguido de outras metas, como vencer o clássico com o Cruzeiro.

Mais do que rivalidade já centenária, a derrota na temporada passada e a possibilidade de enfrentar o Cruzeiro somente uma vez no ano, assim como aconteceu nas últimas duas temporadas, fazem do jogo de domingo (6) uma data especial no calendário alvinegro. O tratamento dado ao duelo com o elenco cruzeirense é muito semelhante ao que o clube atleticano deu para a decisão com o Flamengo, pela Supercopa do Brasil.

"Vocês fazem parte do maior grupo que o Atlético já teve de jogadores, de elenco, comissão técnica. Falo em nome de milhões de pessoas, na figura do presidente. Falo com convicção e com o coração", disse o presidente do Atlético, Sérgio Coelho, em vídeo divulgado pelo clube após a conquista da Supercopa.

O elenco que ele citou venceu três competições nacionais e uma estadual, mas não venceu o Cruzeiro no ano passado. Dos 16 jogadores utilizados por Cuca naquele clássico disputado em abril de 2021, apenas quatro já deixaram o Atlético. Portanto, é praticamente o mesmo grupo de atletas, com poucas mudanças. O revés diante do maior rival incomodou bastante, afinal de contas era o duelo entre times com ambições bem diferentes na temporada. O Atlético almejava ser campeão brasileiro, e o Cruzeiro queria deixar a Série B.

Quase um ano depois, o Atlético atingiu o objetivo, mas o Cruzeiro ainda não. O que torna o duelo deste domingo, no Mineirão, ainda mais especial para os alvinegros, uma vez que este pode ser o único encontro de 2022. "Tenho certeza que este ano vai ser diferente. A gente vai entrar motivado, vai estar muito concentrado para sair com a vitória", disse o atacante Keno, que disputou o clássico do ano passado.

A derrota na primeira fase do Mineiro de 2021, também na nona rodada, teve consequências dentro do Atlético. O trabalho de Cuca foi bastante questionado naquele momento. O time pensado pelo treinador para a sequência da temporada sofreu alterações. O meia Zaracho, por exemplo, ficou no banco naquele clássico e nem sequer entrou. Posteriormente ele conquistou a condição de titular e protagonista do time.

"Sabemos que será um jogo bastante difícil, é um campeonato à parte, mas estamos preparados", disse o meia João Paulo, do Cruzeiro. Para o clube, bater o rival novamente será uma das grandes vitórias na temporada. Para o Atlético também será um campeonato à parte.

A conquista da Libertadores é sim o grande objetivo de 2022, mas o elenco tem outras metas durante o ano, e uma vitória convincente sobre o Cruzeiro está entre elas.

O clássico deste final de semana é o único marcado para 2022 até o momento. Para que os dois clubes se enfrentem novamente neste ano, é preciso que ambos avançam paras as fases finais do Mineiro ou da Copa do Brasil.

Estádio: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)

Horário: Às 18h (de Brasília) deste domingo (6)

Árbitro: Igor Júnio Benevenuto

Transmissão: Premiere