|
  • Bitcoin 143.820
  • Dólar 4,8801
  • Euro 5,1549
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 11/05/2022, 22:36

Atlético-MG empata com Bragantino e soma 4 jogos sem vencer no Brasileirão

PUBLICAÇÃO
quarta-feira, 11 de maio de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

BELO HORIZONTE, MG (UOL/FOLHAPRESS) - Já são quatro rodadas seguidas do Campeonato Brasileiro que o Atlético-MG não consegue vencer. O resultado da vez foi o empate em 1 a 1 com o Red Bull Bragantino, no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista, em jogo antecipado da 7ª rodada da competição, nesta quarta-feira (11). Os gols da partida foram de Ytalo, para os donos da casa, e Nacho Fernández para os visitantes.

O novo tropeço no Brasileiro deixa o Galo com 9 pontos, três atrás do líder Corinthians, que agora tem um jogo a menos disputado. Após vencer o Internacional e o Athletico-PR, nas duas primeiras rodadas, o Atlético tem mostrado muita dificuldade para jogar, numa tabela que antes da competição era vista como favorável para uma boa arrancada.

Quem está em situação semelhante é o Bragantino, também com 9 pontos conquistados em seis rodadas. Ambos venceram duas vezes, empataram outras três e perderam uma. No entanto, a equipe paulista está melhor colocada, por causa dos critérios de desempate.

O gol do Bragantino teve origem numa demonstração de raça do atacante Eduardo Sasha, que tentou evitou um lateral. Mas após o carrinho do atleticano, a bola ficou com a equipe de casa e terminou na conclusão de Ytalo.

Aos 19min do primeiro tempo o Atlético teve um pênalti marcado a favor e viu o zagueiro Léo Ortiz receber o cartão vermelho, por usar a mão para evitar o gol de Arana. Mas após cinco minutos de análise, o VAR constatou impedimento do lateral do Galo e gerou muita revolta entre os atleticanos. A reclamação é pelo fato de o lateral-direito Hurtado tentar cortar a bola e não conseguir, o que daria condição de jogo a Guilherme Arana.

Um dos momentos mais bonitos da partida foi quando Keno partiu para cima do lateral-direito Hurtado e aplicou uma bela caneta no marcado. O jogador do Bragantino não conseguiu nem sequer fazer a falta.

Desde a metade do primeiro tempo o Atlético passou a ditar o ritmo do jogo, a pressionar o Bragantino. Assim seguiu no segundo tempo, até o Galo ser premiado com o belo gol de Nacho Fernández, em cobrança de falta.

Em agosto do ano passado, o volante Raul operou o joelho direito e ficou nove meses sem atuar. O retorno aos gramados aconteceu nesta quarta-feira diante do Atlético-MG.

Estádio: Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP)

Árbitro: Braulio da Silva Machado (FIFA/SC)

Assistentes: Alex dos Santos (SC) e Thiaggo Americano Labes (SC)

VAR: Rodrigo Nunes de Sá (VAR-FIFA/RJ)

Cartões amarelos: Renan e Jadsom (BRG); Eduardo Sasha e Nathan Silva (CAM)

Gols: Ytalo, aos 12min do 1º tempo; Nacho Fernández, aos 20min do 2º tempo

RED BULL BRAGANTINO

Cleiton; Andrés Hurtado, Léo Ortiz, Renan e Luan Cândido; Eric Ramires (Wellinton), Jadsom, e Artur; Helinho (Raul), Sorriso (Tubarão) e Ytalo (Jan Hurtado). T.: Maurício Barbieri

ATLÉTICO-MG

Everson; Guga (Castilho), Nathan Silva, Junior Alonso e Guilherme Arana; Allan, Jair (Rubens), Zaracho (Ademir) e Nacho Fernández (Sávio); Keno (Otávio) e Eduardo Sasha. T.: Turco Mohamed