Estadual -

Atletiba na Arena inicia decisão do Paranaense

É a 19ª final do Estadual entre os rivais e cada clube tem nove títulos mostrando o equilíbrio entre as duas maiores forças do futebol do Paraná

Lucio Flávio Cruz - Grupo Folha
Lucio Flávio Cruz - Grupo Folha

Athletico e Coritiba começam neste domingo (2) a decidir o título do Campeonato Paranaense. Será a 19ª final entre a dupla Atletiba na história do Estadual. E o histórico não poderia ser mais equilibrado: são nove títulos para cada lado. A decisão de 2020 terá o primeiro capítulo disputado na Arena da Baixada, às 16h, com portões fechados. Na quarta-feira (5), o palco será o Couto Pereira, também sem torcida.

Depois de cumprir suspensão na semifinal, o experiente zagueiro Rodolfo volta ao Coritiba nesta final
Depois de cumprir suspensão na semifinal, o experiente zagueiro Rodolfo volta ao Coritiba nesta final | Coritiba Foot Ball Club
 

Os rivais tiveram trajetórias diferentes ao longo do Paranaense. Enquanto o rubro-negro começou a competição com o time sub-23 e se classificou em terceiro lugar na primeira fase, o Coxa sempre mandou a campo o que tinha de melhor e, como consequência, somou até aqui o maior número de pontos entre todos os participantes e tem a vantagem de fazer o jogo decisivo em casa.




Após a volta do futebol depois da pandemia, no entanto, as equipes não tiveram dificuldades pela frente e chegaram com tranquilidade a esta decisão. O Athletico, já com sei time principal, eliminou Londrina e FC Cascavel, com duas vitórias e dois empates, e o Coxa ganhou duas vezes do Paraná e outras duas do Cianorte. 


O rubro-negro está na sua quinta final consecutiva do Paranaense e quer sair na frente nesta disputa em busca do tricampeonato. Campeão pela última vez em 2017, o Coxa volta à decisão após o ver o Toledo decidir o título com o rival no ano passado. 


O técnico Dorival Júnior tem um desfalque certo para esta decisão. O lateral-direito Erick sofreu uma lesão no joelho e fica de quatro a seis semanas em tratamento. Alguns jogadores importantes e que foram poupados na segunda semifinal diante do FC Cascavel voltam ao time atleticano. São os casos de Nikão e Léo Cittadini. 

O Furacão deve ir a campo com: Santos; Jonathan, Thiago Heleno, Lucas Halter e Abner Vinícius; Wellington, Léo Cittadini e Marquinhos Gabriel; Nikão, Carlos Eduardo e Bissoli.


No lado alviverde, o técnico Eduardo Barroca poderá contar com o retorno de cinco jogadores que cumpriram suspensão na última partida diante do Cianorte: o zagueiro Rhodolfo, os meio campistas Nathan Silva e Thiago Lopes, além dos atacantes Robson e Igor Jesus.




A provável formação deve ter: Muralha; Patrick Vieira, Rhodolfo, Sabino e William Matheus; Nathan Silva, Matheus Galdezani (Thiago Lopes) e Gabriel; Rafinha, Robson e Igor Jesus.

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Tudo sobre:

Últimas notícias

Continue lendo