|
  • Bitcoin 145.038
  • Dólar 4,8801
  • Euro 5,1549
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 28/02/2022, 16:09

Atletas brasileiros deixados para trás em hotel tentam fugir de Kiev em meio à multidão

PUBLICAÇÃO
segunda-feira, 28 de fevereiro de 2022

FLÁVIA MANTOVANI
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Após o fim do toque de recolher do fim de semana em Kiev, três brasileiros tentavam achar uma saída nesta segunda-feira (28).

O estudante de medicina David Abu Gharbil e os jogadores de futsal profissional Moreno Santiago e Matheus Ramires postaram em suas redes sociais vídeos da ida até a estação de trem e da multidão tentando entrar nos vagões lotados. Até as 14h30 desta segunda-feira (horário de Brasília), eles não haviam conseguido embarcar.

A capital ucraniana está cercada por tropas russas e é bombardeada por Moscou.

Os jovens estavam em um hotel com dezenas de outros brasileiros, a maioria jogadores de times de futebol da primeira divisão ucraniana e seus familiares. O grupo maior conseguiu sair e já está na Romênia. O trio de diz ter sido deixado para trás pelos demais.

Na noite de domingo (27), quando ainda estava em vigor o toque de recolher em Kiev, David falou com a Folha por telefone, do subsolo do hotel, onde estavam abrigados com mais 30 pessoas:

"Não podemos sair. Tem segurança na porta do hotel, disseram que os civis que estiverem na rua durante o toque de recolher podem ser executados", afirmou. "Esta noite não caiu nenhuma bomba próxima da gente e conseguimos descansar um pouco."