|
  • Bitcoin 103.059
  • Dólar 5,3317
  • Euro 5,5605
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 14/06/2022, 19:54

Atacante peruano vai perder a segunda Copa seguida por seleções diferentes

PUBLICAÇÃO
terça-feira, 14 de junho de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O atacante Gianluca Lapadula vai ver a segunda Copa do Mundo seguida de casa. Isso após fazer parte de duas seleções diferentes que ficaram fora dos Mundiais. Primeiro, foi com a Itália, desfalque na Copa da Rússia em 2018. Agora, com o Peru, eliminado nesta segunda-feira (13) pela Austrália na repescagem da Copa do Qatar.

Lapadula nasceu na Itália, filho de mãe peruana. Ele jogou a carreira inteira no futebol italiano. Após passagens por clubes como Milan e Genoa, atualmente defende o Benevento.

Nas eliminatórias da Copa de 2018, o atacante foi convocado para a seleção italiana, mas não chegou a entrar em campo em um jogo oficial. Mesmo assim, fez três gols em amistoso contra San Marino em 2017.

Mais tarde, como não havia atuado em uma partida oficial pela Itália, decidiu jogar pelo Peru e acabou convocado pelo técnico Ricardo Gareca, ex-Palmeiras.

Lapadula chegou à seleção peruana em 2020 e virou uma opção no ataque com as lesões de Paolo Guerrero e Jefferson Farfán. Ele fez três gols nas eliminatórias sul-americanas pelo Peru, que terminou na quinta colocação e se classificou para a repescagem.

Porém, o Peru caiu nesta segunda-feira para a Austrália, nos pênaltis, após empate sem gols no tempo normal. Resta saber se Lapadula, que tem 32 anos, terá no futuro a terceira chance de disputar uma Copa do Mundo.